A apelação mais do que sensacionalista do Netflix : Thirteen Reasons Why

A série sensação do momento  Thirteen Reasons Why é uma adaptação do  livro de mesmo titulo, que  fora publicado  em 2007, cujo autor é  Jay Asher.

tumblr_inline_oo27ntXFmx1utw3s6_500

Nunca li o livro ( não perderia meu tempo! ), já perdi tempo demais assistindo a série. Mas faço questão de registrar aqui minha enorme repulsa pela mesma! 

Não vou me estender aqui sobre o blá blá que a sinopse dessa série apresenta, pois acredito que a maioria já tenha visto o bastante sobre, ou talvez assistido ao menos um episódio, mas é importante que este  post seja lido, pois essa série pode sim ser prejudicial …

Eis aqui meus 13 motivos para acha-la tão inútil  (okay na verdade apenas resumi meus mais de 13 motivos em três razões serias de porque detestei a série)! Mas antes, atenção nas palavras em vermelho :

O tema bullying é  sim um tema sério, merece sim ser abordado e tratado, abuso físico e psicológico pode sim causar depressão, e depressão pode  realmente levar ao suicídio.  Mas o que a  produção da Netflix fez foi apelar para o tema, fazendo com que se acreditasse que esta é uma série  para o publico adolescente, por abordar um tema infelizmente tão comum na fase escolar. 

Porém, na verdade essa série é adulta ( aborda violência, estrupo … morte!) ! Mas é claro que a Netflix precisa agradar a maioria dos seus espectadores, ou seja os jovens, e as garotinhas fãs de Selena Gomes (produtora da  série)! Por isso a série traz rostinhos bonitos e um estilo bem clichê adolescente,  onde a novata se apaixona pelo vampiro, ops! quer dizer pelo cara mala jogador do time da escola (que obviamente só quer transar com toda e qualquer garota, o que significa que logicamente a quer também *caso não esteja claro!)

A porcaria da série não irá apresentar soluções para os adolescentes que sofrem algum tipo de abuso, ela não oferece opções, não diz ” Fale com um adulto, ele pode ajudar! ” , pelo contrário ela diz ” É provável que seu conselheiro diga Siga em frente depois que você falar com ele sobre seu abuso, então nem conte a ele, seja rápida corte os pulsos!  O que você tem a perder amigos falsos, abusos ? Sua merda de vida? Vamos exaltar a morte, pois ela meninos (as)  é a única solução ! ”

13A

Motivo de inutilidade número 1 :   LANÇAR A CULPA SOBRE OS OUTROS

Como devem saber   a série  se inicia com Clay Jensen encontrando as fitas de Hanna Baker, onde a mesma irá contar a todos nós porque resolveu partir. Hanna faz isso de maneira bastante organizada, numera as fitas de 1 a 13, coloca Tony Padilla para ser uma espécie de guardião das mesmas, para se certificar de que todos saibam o que fizeram a ela ! 

Devem todos pagar?! Devem todos sofrer ?! Devem todos cortar os pulsos como ela ( e Alex) fizeram ?

Por que Hanna deixa as fitas ?

Sua preocupação não são seus pais, sua melhor amiga que se mudou de cidade ou qualquer outra pessoa, Hanna quer se eximir da culpa, quer  apontar o erro, ou falha de cada um para com ela, ela não se vê como culpada por ter feito escolhas ruins, ela apenas diz ” você falhou comigo, e é por sua CULPA que eu enfiei a navalha nos pulsos! ”

 Hanna é uma personagem jovem , e jovens costumam serem assim, impulsivos, péssimos em fazer escolhas,  suscetíveis a depressão quando tudo esta difícil, certo? 

e9dfe4165c48037cee82494a4e347f8a.gif

No momento em que se nota que a personagem da aos outros o poder de seu bem estar, parece justo que ela culpe os outros pela maneira como  é tratada. 

Mas quando ela pode fazer algo por si mesma o que ela faz? Ela desiste!  Ela entra numa banheira e corta os pulsos, e que se dane pai e mãe, o Clay,  e até mesmo sua melhor amiga  que se mudou, que se dane a vida !  

Muitos podem discordar de mim, mas eu não creio que a personagem pareça uma pessoa com depressão, ao longo da série vemos que Hanna  tem facilidade em fazer amigos,  é bonita, tem um emprego, chama a atenção dos garotos, inclusive de Clay que se apaixona realmente por ela.

Mas o que  sai errado?  Tudo começa com seu interesse por Justin Foley, e o que seria seu primeiro beijo acaba por se tornar  o inicio dos abusos que viria a sofrer. 

E então nos enquanto assistimos também culpamos Justin Folley por ser um abusador nojento, culpamos Jess/Jessica Davis por ser uma péssima amiga, Alex Standall pela lista quente, Zach Dempsey e  todos os demais por suas horríveis falhas. E somos levados a não culpar Hanna (pobre Hanna uma inocente suicida)! 

E então  acontece o estrupo da Jess ( o qual Hanna assiste, sem fazer nada é claro !), e depois acontece o estrupo com a própria e já fragilizada Hanna , o que torna a personagem ainda mais vitimizada, e  dessa vez por um motivo mais devastador.

As treze fitas, os treze motivos de Hanna, são sobre as atitudes de outras pessoas, logo para ela a culpa é do outro e somente do outro. Hanna vai mergulhando pouco a pouco na depressão, porque entrega o controle de sua vida aos seus abusadores, logo já não é mais tão fácil fazer amigos, nem mesmo o conselheiro da escola a ajuda, e então a solução parece  obvia ” se mate!

Para mim é inútil uma série que mostre ao jovem o que pode leva-lo ao suicídio, infelizmente é comum jovens  terem pensamentos suicidas hoje em dia, eles sabem muito bem o que os levam a te-los. Eles podem até se identificar com Hanna, e eu temo que se identifiquem com uma personagem tão fraca, tão pouco dona de si e de suas ações.  Vivemos sim , numa sociedade cheia de abusadores, ocorre abuso de crianças e jovens nos lares, nas escolhas, no trabalho, mas eles precisam aprender a lidar com isso evitando ao máximo se colocarem em risco, e a sempre buscarem ajuda, e compreender que  o ato de dor ao qual foram submetidos é sim culpa do outro, porém será somente culpa deles ( somente deles ) darem cabo da própria vida, se nem se quer tentarem realmente lutar pela vida.

Há quem diga que Hanna queria deixar uma lição através das fitas, mais  como a maioria de seus abusadores se sentiram perante elas?

  • Pouco culpados (ironicamente já que Hanna quis o tempo todo deixar claro a culpa e participação de cada um deles em sua decisão pelo suicídio!) , seguem com suas vidas, suas festas e jogos de basket, e o que vemos apenas é o mártir pelo medo de serem descobertos! Hanna deixa o Clay com o coração  tragicamente partido, colabora para o suicídio de Alex, arrasa seus pais  para sempre (que nem se quer tiveram a chance de ajuda-la!) 

Motivo de inutilidade número 2  :   Romancear o suicídio

Já temos músicas, filmes e outras séries que se apoiam sobre a depressão (ou que levam a agravar a  depressão), queremos nos divertir um pouco  através do Netflix, mas se for para assistir algo  que aborde assuntos sérios como abusos e suicídio, que isso por favor não  seja romanceado!  Porque o drama real   da depressão/abusos/suicídio não pode ser mensurado por uma série tão ridícula, que coloca foco nos pontos errados, e leva o adolescente suicida a parecer apenas alguém sem nenhuma escolha.

                                        Motivo de inutilidade número 3  :   Personagens Estereotipados

Não bastasse toda a apelação  em torno do tema ( que sempre causa na mídia e internet ), a série precisou realmente apelar para os esterótipos dos filmes  americanos sobre os adolescentes. Eu poderia falar aqui  sobre o qual inútil é a construção medíocre de cada personagem vazio, mas acho que qualquer um que tenha o minimo de percepção notou isso!

filing_images_f41a6857b8fa

Lição da série : Morrer parece ser  bem mais fácil do que evitar ser idiota, ou evitar  idiotas!

A série não nos mostra  que através da tortura que Hanna tentou provocar em seus abusadores com as fitas, eles tenham realmente aprendido algo, ou  deixado  de serem cruéis nos pontos em que a fizeram sofrer. Os personagens apenas seguem com suas vidas, deixando claro aos que sofrem os abusos  na vida real, que  se matar não levará ninguém a mudar, e que seu sofrimento mesmo que explicado através de um bilhete ou gravação é inútil, porque  tudo  permanece o mesmo ou pior …porque existem muitas outras vitimas para fazerem o papel de Hanna. 

Os personagens não sofrem , eles  apenas temem serem descobertos, Alex que se  sensibiliza demais com tudo se mata ( por culpa? ) …  ou para que tenha mais temporadas?  ( Pois quem sabe na Segunda Temporada alguém além de Clay e os pais de Hanna se sensibilizem realmente com a alguns dos  temas tão explorados) . 

A série não ajuda a tratar o bullyng ou o abuso ( seja ele físico ou emocional) , a série é ridícula, exalta a dor, a depressão e morte/suicídio  da personagem… nos leva no máximo a pensar que  já fomos ( ou somos ) vitimas , ou ”abusadores” de alguma maneira.
Não ensina os jovens a lidarem o tema, a pedirem ajuda,  ou mesmo a não serem os causadores de tanta dor para com seus conhecidos.

A série só diz  da maneira mais romanceada possível ” Hanna se matou ”. 

 

 

Anúncios

17:59

tumblr_m9hrwezBio1rnbzgeo1_500

Esse ano vem sendo no mínimo diferente pra mim.No início do ano, lá no dia 1 de Janeiro,eu acordei bem cedo (nem aguentei de sono muito tempo depois da virada) porque tinha de ir ao trabalho. E por falar em trabalho dois meses depois, estava em outro emprego (ou seja em dois).
Até que recebi um convite de trabalho que pareceu  tentador, e então deixei meus outros dois empregos ( mas isso foi muito mais do que sair de empresas, me fez abandonar  uma rotina,amigos e eu arrisco dizer um eu que se perdeu ).

Quem acompanha o blog sabe que fiquei doente e isso estava me prejudicando nas minhas atividades,e foi uma das razões que me fizeram aceitar a nova oportunidade de trabalho sem pensar.E então visando minha saúde,e finalmente uma ascensão profissional e dinheiro, eu mergulhei de cabeça nesse novo trabalho.
Acabei viajando e conhecendo pessoas,indo a lugares que nunca havia ido antes, e claro passado horas num escritório imaginando o que estava acontecendo fora daquelas paredes. É eu estava infeliz,muito infeliz eu diria.

Algumas pessoas juram que nasceram pra se sentarem naquelas cadeiras giratórias e fazerem cotações, acordos e contratos, outros dizem que são movidas pelo dinheiro que isso proporciona, pois o que ele pode comprar é sua maior motivação.

Mulher-cansada-no-trabalho

 

Mas sentada ali eu ficava tentando imaginar os estranhos na rua caminhando numa tarde ensolarada,ou quem sabe enfrentando uma terrível chuva. Algum vestígio de vida,qualquer coisa além de metas e papéis,e então eu contava cada minuto até as dezoito horas enquanto presumia que ainda existia vida real lá fora.

As 17:59 sentia meu coração saltar,o coração que durante oito horas me impediam de usar estava pulsando de novo,já não era mais um robô,estava aliviada e feliz.

Voltava pra casa sendo eu mesma de novo, mas estava cansada, e só de pensar em ter de voltar no dia seguinte,no outro e no outro até o fim de semana eu já me entristecia.

No almoço as colegas de trabalho falavam sobre como a hora de almoço passa rápido enquanto a última hora para as dezoito  parecia ser uma eternidade,se queixavam dos gerentes,da empresa,do salário,dos maridos,dos  filhos,enfim da vida.
Falam mais do quanto eram infelizes no trabalho,fosse viajando ou no escritório,e fartas de serem infelizes se cabavam umas às outras de beber muito no fim de semana (o que pra mim só mostrava ainda mais o quanto são infelizes) e planejavam a próxima balada ou passeio.

Eu ficava calada  a maior parte do tempo,não sou casada e não tenho filhos o que elimina a maioria dos assuntos em comum com elas,não  bebo e não sei esperar até o final de semana para encontrar uma válvula de escape. Eu escrevo,me apaixono,desapaixono,escrevo, vou ao cinema,leio, sujo telas,vejo filmes na Internet,mantenho esse blog no ar,imagino historias e sonho que elas posam ser reais. Não preciso beber pra “lidar”  com algum trauma,me divertir ou ficar “bem”. Levo minha vida entediante enfrentando meus demônios e arrumo tempo pra divertir de verdade  (do meu jeito) apesar dos pesares.

Mais eu ficava ouvindo elas,e pensando no porque estava tão infeliz e não achava uma resposta sobre.

Me esforcei e quis “amar” o que fazia,mais aquilo no máximo me proporcionaria dinheiro(depois de muito dinheiro a empresa claro).
Foi quando comecei a me dar conta que estava vivendo uma dicotomia,meu corpo vivia pra cumprir obrigações de uma agenda,enquanto minha alma berrava ‘O que você está fazendo? E por que ?’

Eu conversei com algumas pessoas sobre,e pensei ALGO ESTÁ MUITO ERRADO.POR QUE NÃO CONSIGO FICAR FELIZ COM A ESCOLHA QUE FIZ?

Meu corpo estava farto de ter que se parecer com uma máquina programada pra trabalhar de segunda a sexta , enquanto meu espírito me enchia de perguntas sobre minha alma estar perdida em algum lugar onde perdi também meus reais objetivos de vida.

Sabe,o problema não era o cansaço e o desgate, eu sei o que é  estar cansada por trabalhar em dois empregos,era algo que me fazia mau interiormente.
Eu me via triste a maior parte do tempo,e pensava na vida e nas pessoas que deixei pra trás (uma delas meu muro inspirador),senti saudades de todos os amigos,do caminho por onde ia, e de quem eu era e o que sentia.

Alguns meses atrás eu era uma garota apaixonada,determinada e feliz apesar de ter estado adoecida e cansada.E me vi na mesa daquele escritório tendo de buscar na mente o que era estar viva.

Eu não trabalhei no meu último dia naquele escritório,eu fiquei imaginando como iria fazer pra pedir as contas (sabendo que não ia pedir ),imaginei a reação dos meus pais por me verem abrir mao de uma boa oportunidade (E nem na minha imaginação eles aceitavam bem).

Peguei meu celular  faltando alguns minutos para  ir embora,e escrevi pra mim mesma :

ISSO É TEMPORAL,É O QUE VOCÊ QUER?
A OMISSÃO ACABA PARECENDO SER O PARAÍSO, MAS É  SÓ UMA QUESTÃO DE TEMPO ATÉ O INFERNO INEVITÁVEL PRA ONDE ELA TE LEVA!

Senti como se houvesse sido golpeada no estômago quando li essas palavras.

Dicotomia!Eu acho que a outra parte de mim falava comigo.
É isso é bem estranho, 17:59 peguei minhas coisas e ia saindo quando a gerente me chamou pra conversar.

E finalmente aconteceu, fui demitida ao invés de pedir as contas (como costumo fazer,só esse ano duas vezes),em resumo ela disse que sou fantástica  (é ela usou essa palavra *fantástica, e disse que talvez se arrependesse de me demitir porque eu era pontual, profissional e bla blá blá ),mas contratou o próprio filho no meu lugar(isso é tão anti ético que podia render outro post,mas devido às circicunstancias e o todo meu foco é  outro ).

Apesar da sensação estranha de estar pela primeira vez sendo demitida (e da certa revolta por haver  largado dois trabalhos pelo tal) eu senti um alívio.

Pareceu que alguma coisa balançou minha vida,e isso a colocou no lugar de novo.
Eu não entendi ainda exatamente aquelas frases que escrevi,mas fico feliz por nós últimos dias não olhar pro relógio as 17:59 me perguntando sobre o porque de estar me fazendo tão infeliz.

Apesar de sentir que as coisas voltaram aos trilhos eu ainda não tomei grandes decisões ou fiz grandes coisas.Eu estou imóvel resolvendo o que realmente quero,e analisando o quanto isso é ou não temporal demais pra valer meu tempo de vida.

A vida é tão preciosa e eu a tenho deixado escapar no passar  sem sentido de horas é horas… meses e anos me dividindo em duas.

Sendo em parte a pretensão dos meus desejos temporais e uma outra metade trancafiada esperando algum outro momento pra se mostrar.Quem sabe amanhã, quem sabe daqui a pouco no minuto seguinte as 18 horas.

C o n t i n u a   em    Dicotomia (Filosofia,Teologia) e partes de mim

Sobre a menina suicida

tumblr_mg2ewqKqp41ruqnkqo1_500

Vão dizer que desistiu fácil demais

E com razão!

Porque permanecer  vivo  é para os fortes

O premio de consolação da vida é um dia após o outro

E quem é capaz de compreender a magia disto, vive ao invés de apenas sobreviver 

Não se entrega!

É triste ter de dizer, mas o  poder de mudança esteve nas  mãos dela o tempo todo, mas ela quis segurar uma navalha…

Ela não  sabia que ainda ia se apaixonar de verdade

Que ia  dançar nas nuvens desde o primeiro encontro com ele

Não sabia que ele ia  fazer transbordar de alegria seu coração

E mais do que isso, iria  ama-la!

Ia se casar  com ela  e lhe dar filhos lindos, e ela nunca mais ia se sentir sozinha de novo.

 

Ela não sabia que ia pra faculdade, que seria bem sucedida e que seria heroína dos seus filhos por conciliar  família e carreira tão sabiamente.

Um cartão com seu nome, um negocio próprio…

Ela não sabia que ia ter tanta história pra contar ou que iria colorir a vida de tanta gente.

Ela não  sabia que o mundo precisava dela 

Não sabia que sem ela o mundo não  seria mais o mesmo.

 

Ela não presumiu a falta que faria …

 

Ah menina, se eu pudesse impedir a corda  no seu pescoço enforcando teus sonhos, a navalha na sua mão e todas as suas ideias de morte …

Ah menina, se esse frasco de remédios estivesse bem no alto, onde a desistência de viver num alcança…

Ah menina! Se você soubesse os planos que a vida tinha pra você… 

Um pesadelo filosófico sobre a morte

tumblr_lqoyxqggt71qzh7hko1_500_large

Na madrugada anterior  tive  um pesadelo bem maluco e um tanto quanto filosófico  a respeito da morte. Vamos  á  narrativa insólita do mesmo:

Minha mãe   estava com a perna engessada,  e eu era quem  ficava responsável por todos os afazeres da casa (já pesadelo a partir daí! rs). Por essa razão  me encontrava varrendo  todos os cômodos,  e é  importante dizer que em alguns cômodos haviam montinhos de terra (como terra de cemitério, o que no sonho não me parecia estranho).

Depois de tanto  varrer  colocava  todo lixo em  sacolas de plástico, e as deixava na porta do meu quarto, afim de limpar meu quarto e também despejar o lixo lá. Mas me distraia (pra variar!) e começa a assistir  uma série  na tv (série  essa que não existe no mundo real, mas era uma mistura de Supernatural com séries policiais). Apesar  da distração, passado algum tempo lentamente juntava meu lixo, mas antes de despeja-lo nos sacos plásticos, um agente (como o da série que eu  estava assistindo)  saltava sobre mim e ameaça me bater.

Eu super ágil e forte como uma heroína (coisa de sonho rsrs) o derrubava no chão, e o deixava prestes a morrer enforcado (sou ou não sou demais?! Ao menos em sonho …). Mas ficava sem reação  após ouvi-lo dizer: VOCÊ NÃO  PODE SE LIVRAR DOS PENSAMENTOS SOBRE A MORTE, ASSIM COMO NÃO  PODE FUGIR DELA. A  IDEIA SOBRE A MORTE É ESSENCIAL PARA QUE VIVA!

Ficava demasiadamente intrigada sobre o que acabara de ouvir, e chamava meu pai para repetir o dito do  sujeito, desejando que ele  me disse-se que não  era preciso viver com a ideia da morte.

Meu pai ficava pensativo, depois balançava a cabeça e dizia:

Mas é preciso sim pensar na morte !

tumblr_m3xvgylg991rnvhhwo1_500

T H  E   E N D 

Filosofia

Baseada nas ideias do meu filosofo favorito

tumblr_nicouqPWOP1txama8o1_500

O MORRER por Sócrates
Sócrates tinha ideias bem interessantes sobre a morte que posteriormente foram disseminadas por seus discípulos:
No mundo físico a alma normalmente se conturba e fica perdida, pois está agora vinculada a objetos perecíveis. Mas, quando se volta para si mesma, vislumbra novamente as ideias puras, eternas e imortais que outrora conhecera. Neste momento suas angústias desaparecem, é quando o espírito atinge o que se conhece como sabedoria. Daí a importância do autoconhecimento.
A morte é fundamental para Sócrates, porque permite que a alma se distancie novamente da matéria orgânica e, na esfera essencial, alcance o verdadeiro conhecimento; só então o ser será livre para atingir o saber em sua forma mais pura. Ele acredita que, por este motivo, os filósofos genuínos estão prontos para morrer, pois desejam, mais que ninguém, conhecer a essência da existência.

 O  que a Bíblia diz  sobre 

 a importância de se pensar na morte

tumblr_nr3ee5QGhe1rr24u7o1_1280

Melhor é ir à casa onde há luto do que ir à casa onde há banquete, porque naquela está o fim de todos os homens, e os vivos o aplicam ao seu coração.
Eclesiastes 7:2

O coração dos sábios está na casa do luto, mas o coração dos tolos na casa da alegria.
Eclesiastes 7:4

Pensando  com base no que acredito (sobre tudo A PALAVRA DE DEUS) é sim muito importante como disse o tal agente do pesadelo pensar na morte, porque isso nos faz aplicar o coração a ETERNIDADE.

E vocês o que pensam sobre a morte ?

Jaqueline Bastos aprecia pequenos fabulosos prazeres

tumblr_o1my6ww6iL1rmsosio1_500

Quando eu  era pré adolescente em 2004,2005 não me lembro bem assisti um filme com o qual me identifiquei muito, chamado o Le fabuleux destin d’Amélie Poulain ( traduzindo: O Fabuloso Destino de Amélie Poulain ). Para quem não  conhece o que acho difícil, basta dizer que   o filme  revela  o simples e  belo da vida, através da  inocente personagem Amélie (belamente interpretada por Audrey Tautou),  que  mora em Montmartre  onde trabalha como garçonete. Certa vez a sonhadora  de cabelos curtos encontra  escondida no banheiro de sua casa uma caixa , que  acredita  pertencer  ao antigo morador. Afim de descobrir o ”mistério” sobre o dono dos pertences na  pequenina caixa,  acaba por encontrar Dominique (Maurice Bénichou). E ao ver que ele chora de alegria ao reaver  seu passado  através do conteúdo na caixinha, a moça fica impressionada e adquire uma nova visão do mundo. Então, a partir de pequenos gestos, ela passa a ajudar as pessoas que a rodeiam, vendo nisto um novo sentido para sua existência. Contudo, ainda sente falta de um grande amor. E enquanto o amor não  chega  para Amélie, ela   encontra felicidade em alguns pequenos prazeres no seu dia-a-dia tipo eu.

montagem-sorriso

Trailer  oficial

 O filme inteirinho, pra quem quiser ver:  

Eu  resolvi  rever o filme  esses dias, após uma situação que me ocorreu.

Uma colega de trabalho perguntou se eu gostaria de sair com ela  pra beber, e eu respondi o fato bastante obvio:

‘  Não bebo! ‘   Mas ela  insistiu, e vendo que eu realmente não  iria, se zangou  e disse:  

‘  Se  você não  bebe, não fuma, não  usa drogas e não  transa,  onde diabos  você encontra prazer? Você não  vive? ‘ 

00000000

Eu  achei  que ela nem merecia uma boa resposta, então  disse:

Apenas não  vivo como você!

amelie_web7

Eu realmente  não  consigo compreender a razão que leva alguém  a ficar tão  feliz com o sexo sem compromisso, pelo simples prazer casual. Não sei como alguém que precisa beber e se drogar pode se considerar apta a dizer aos outros qual é  a melhor maneira de viverem suas vidas. 

Uma coisinha chamada  RESPEITO  nos obriga a aceitar a maneira  como todos  se divertem e escolhem passar seu tempo por  ridícula que essas maneiras  possam ser.  Mas repare que sempre tem alguém  tentando nos obrigar a ser como ele(a) é.

tumblr_mfqs8szKTI1rd6qp5o1_500

Mas, não  eu não  quero ser como você! E nem  espero que sejam como eu.

Mas respondendo  ao mundo (ou quem passa por aqui), eis aqui alguns dos meus pequenos fabulosos prazeres que tornam a vida tão  mais bela (enquanto o Gael Garcia Bernal  não  me pedi em casamento… Que foi? Deixa ei sonhar rsrs!)

11

Esse  prazer, eu acho  que nem precisava  comentar (porque todo mundo que me conhece sabe o quanto sou viciada em chá). Mas também não  poderia deixar de falar sobre  a experiencia prazerosa que é  degustar rs  uma boa xícara (e melhor ainda se for caneca) de chá  mate com muito limão.  Ou  ainda meu mais novo pequenino  prazer, tomar  chá  de morango.

7373-de0eed92d4591a6367c02b7c5002e74f (1)

E o  que dizer  da  experiencia  de provar  café  quentinho logo pela manhã, ou mesmo depois do almoço?  Se  isso não  te da prazer  meu amigo, você tem boas razões pra ser  um pé  no saco!

2635c141512dada789e0ba0515c33a2f

Aproveitando o fato  de que estamos na cozinha,  porque não  falar do meu outro prazer … COMER!

5

Eu  amo comer!  Não importa muito o que rs, de frutas, legumes , granolas (é eu piro em comer granolas ***melhor ainda se  tiver muito sorvete envolvido rsrs***), até  doces (dos mais  diversos tipos), cachorro quente de barraca (daqueles bem miseráveis mesmo sabe como é?!) … batata frita, sanduíche natural, salada de beterraba, brigadeiro ❤ , a maravilhosa esfiha de queijo do Habib’s, pizza ❤  ❤  ❤ EIS A  FELICIDADE! … 

28543-Box-Of-Chocolate

… CHOCOLATE #happyforever,  ou até  enquanto  durar rs!large (9)

large (20)tumblr_inline_n94bp8wD8D1qzt6db

E depois de estar de barriga bem cheia…

10

Dormir muito! 

Que baita prazer!  Ainda mais se  for depois  de um dia  bem exaustivo. 

Le fabuleux destin d’Amélie Poulain_04

 Eu  particularmente amo dormir com a luminária  acessa (acho mega prazeroso isso… vai entender!), mas tem dias também que tanto  faz rsrs, importante mesmo é dormir, e de preferencia  sonhar com algo ou alguém especial. 

Ta aí outro  pequeno fabuloso prazer SONHAR!

large (14)

Sonhar  com o  cara pelo  qual estou apaixonada  então… MARAVILHA!

O que me leva a  um outro  prazer …

20

Que eu tenho  o  dom de  alimentar sentimentos por homens que mau conheço é fato.

Mas  doença mesmo, é  gostar disso! 

tumblr_mn7hon8CFK1s5yp75o1_500

Sentir  prazer em cultivar  amores platônicos…  Para  saber mais sobre isso leia a série de postagens  para um deles bem aqui .

Já  que o assunto  é  homens, eis outro  prazer …

Ia falar sobre o  beijo, mas o beijo  considero um grande prazer, e como o post é  sobre pequenos prazeres…o que dizer dos segundos que antecedem o beijo?

17

Momento mágico  que  nem toda  a poesia do mundo pode  definir! 

tumblr_mz4akpyVCR1s2ntk9o8_500

Ainda sobre  esses momentos  fabulosos…

large

Nada  é  mais prazeroso pra mim  do que receber beijos  no pescoço (principalmente se o sujeito  razão  das minhas poesias  tiver barba)

Se bem que  beijar o pescoço alheio também é bom demais…

Processed with VSCOcam

E eu nem vou falar sobre  o prazer  estranho que tenho por ser portadora da Síndrome  de Edward Cullen  * que consiste em  suma,  por  sentir prazer  em  morder o pescoço  do ser amado. 

Shot-of-edward-cullen

Falar  sobre seria fugir da pauta pequenos  prazeres.

Mas  mesmo sem tantos beijos e mordidas  o simples fato de  ter a companhia de quem agente gosta muito  é capaz de  colorir  qualquer cenário.

large

Um pequeno  gesto de um carinho,  o peso  da cabeça do  ser amado no peito, pequenos prazeres extraordinariamente fabulosos, e eu diria alucinógenos  (então droga pra que minha filha?)

Ainda  sobre sentimentos  de amor,  sabe outra coisa que me da muito prazer?

RIR!

E rir  com quem amo, melhor ainda!

giphy

É  ASSIM MESMO, ao lado  de quem agente  ama tudo é  prazeroso, mesmo as pequenas coisas que parecem nem  ter importância alguma pra maioria se tornam coisas incríveis e inesquecíveis!

Um  filme chato se torna legal  se assisto  ao lado  dele.

Uma música por mais simples que seja  se  torna  um livro, um relato completo  sobre nós.

tumblr_inline_moaaexvpct1qz4rgp

Até  o que num tem sentido, faz sentido  pra quem ama.

by meu eu apaixonado

E  isso tudo sem ouvir  a voz dele… 

Mas  não  poderia deixar de comentar o prazer  de conversar…

filme-o-fabuloso-destino-de-amelie-poulain

O pequeno  prazer  de quando ele disse  meu nome  pela primeira vez…

Os pequenos  fabulosos prazeres quando dizia meu nome depois dos primeiros encontros…

amelie

E  por falar no meu eu  apaixonado, eu tenho prazer em escrever  sobre meus sentimentos insólitos e  desenfreadas (tanto que fiz esse blog rs!). E  blogar meus caros leitores  é um prazer fabuloso!

large (6)

Mas  confesso  que sinto igual prazer em ler

1000

Ler  um bom livro, ler cartas (eu  tenho muito prazer em receber cartas), ler os emails que recebo de vocês leitores aqui do blog, ler o  blog de vocês…

>> Ler um pequeno, mas fabuloso prazer  que torna a vida sublime!

large (16)

Ir  em livrarias  e sebos  >  PEQUENO GRANDE PRAZER! <

amc3a9lie-poulain-14

Comprar livro novo *_________________* #amo!

1366deda15faa078c2d0a062817e503d

Agora  vamos  a outros prazeres!

166

  •  Sinto um prazer  enorme  em cortar meu próprio cabelo. Acho que é trauma porque quando era criança  meu pai  era quem cortava  o meu cabelo.  E sabe como era o corte?  Igualzinho  o da  a Amélie,  e cara eu definitivamente num nasci pra esse corte rs! No entanto  já  cortei muito  meu cabelo  de outras maneiras ridículas, segue algumas fotos  abaixo: 

    Este slideshow necessita de JavaScript.

tumblr_n9l3m0XB8y1tp1duvo1_500

Meu  pai num sabia uma regra básica sobre cortes cabelo :

Só a Amélie pode ter o cabelo  da Amélie. rs 

Mas  tudo bem, eu vou tentar esquecer  que minha infância foi terrível por causa do meu corte de cabelo Amélie, afinal de contas o filme nem existia naquela época.

13

Eu tento  ir  ao cinema toda semana, ou pelo menos… PELO MENOS uma vez no mês, nem que seja pra assistir um filme  que  não  me causou tanto  interesse. Por  que?

Difícil explicar, mas  tenho  prazer em ir no cinema.

Saber que várias pessoas se uniram pra contar uma história… Que vão  chorar, rir, matar e morrer… tudo de mentirinha só pra me entreter, isso da um pequeno fabuloso prazer.

large (4)

Da  prazer  saber que  mesmo  que não  sejam Georges Méliès vão  tentar …

Vão  tentar  me arrebatar da realidade!

Viagem-à-Lua-PB

O cinema faz  a vida parecer mais  simples, no entanto  também nos lembra o quanto ela é  ( e pode ser ainda mais )  FABULOSA!

1777

Assistir  filmes em casa, passar  horas vendo coisas que me interessam no Youtube  me causa muitas vezes pequenos prazeres (descobertas sobre o que importa muito.. divertimento, distração!).

Recomendo os canais do youtube:

Jovem Sensato

Rachel Newman

Fabiana Bertotti

Canal Desconfinados

Enquetes Bíblicas

Yossef Akiva

Onda Dura Pregações

132323

Mesmo  não sendo tempos fáceis para os sonhadores, eu  amo sonhar (dormindo e ainda mais quando acordada)… Ter devaneios, fantasiar a  vida, viajar na maionese!

E palmas pra mim, consigo fazer isso sem  uso  de substancias ilícitas!

7

Me  causa  um pequeno  prazer fotografar, sem pretensão… só pra capturar o instante através do que estiver  na minha frente na hora.

11888

E  eu tenho um prazer um tanto quanto nostálgico em  ver  álbuns de fotografia

amelie_poulain___by_little_noodles

As  vezes sentir saudade da prazer, mas só as vezes. 

Viajar no universo das crianças

fabuleux_destin_d_amelie_poulain_05_imagination

Prazer de estar perto de crianças por muitos motivos: elas são  sinceras, espontâneas, divertidas, criativas, sonhadoras,otimistas… sabem viver o momento! E por isso sabem viver a vida (muito melhor que nós) !

large (1).gif

12

Prazer esquisito né?

Mas de acordo um estudo  de psicologia, quando a vida de uma pessoa está uma bagunça ela tenta controlar alguma coisa, e algumas pessoas limpam a casa pra ter a sensação de que ao menos  algo  está  sob seu controle.

Não  sei se é por isso.

Mas eu gosto  de deixar tudo limpo. Isso da  um pequeno prazer.

amelie-poulain1

4

Sou curiosa por natureza, e eu  tenho prazer em descobrir coisas novas O  TEMPO TODO!

Bandas novas, filmes novos, livros novos… novos futuros  amigos, realidades novas… me causa muito prazer a sensação da descoberta (por mais boba que seja) !

Minha  vida é cheia de descobertas e tentativas…

Mudar a cor do cabelo (até encontrar  uma que combina-se comigo), mudar de emprego,  mudar ideia …

Mas o bom de tantas descobertas e tentativas foi que tantos erros me levaram por insólitos caminhos aos acertos que estou vivendo.

Definitivamente  preto é  a cor de cabelo perfeita pra mim.

Meu emprego agora é perfeito, e eu não quero trocar.

Descobri o que  são  amigos de verdade, tenho poucos, mas são melhor do que uma multidão que me deixa na mão. Sei que posso contar  com eles nessa nova jornada…

Mudei muito de ideia, me redescobri, cresci, me aconteceu tanta coisa, e olha só pra mim sobrevivi! =D

15

Penso que a novidade  vai sempre me causar prazer, porque é  tão bom recomeçar …

E melhor ainda se  for em lugares novos,  me da um baita prazer descobrir lugares novos.

Avistar uma paisagem nova já  é  suficiente pra me  causar um pequeno prazer fabuloso.

XOjbB

E  por falar nisso, sinto prazer  em ver o mundo  através das janelas

No ônibus, fico  olhando as pessoas do lado de fora, gente feliz, gente triste, vendedores ambulantes, casais, mendigos, gente  que me olha de volta… gente  que é coadjuvante na minha vida, mais que podia protagonizar comigo alguma história digna de ir parar num livro …

filme-fabuloso-destino-de-amelie-poulain

1

Cuidar  de plantas é  algo que devo dizer, tem me causado muito prazer!

  Vê-las crescer   me  faz sentir algo tão especial  que ainda não como traduzir em palavras… em resumo é um pequeno prazer que escolhi cultivar!

amelie kitchen interior red and green (1)

Por falar em cultivos, nada melhor do que cultivar boas  amizades, e pra fazer isso recomendo muito chá e horas de papo.

Tenho muito prazer em falar (tanto quanto de escrever, imagina rs!)

Mas minhas pessoas favoritas pra conversar  são  as mais velhas, gente cheias de  experiencias que são tesouros raros escondidos muitas vezes na fragilidade  que a idade traz.

Mas não  se deixe enganar pela aparência, eles são fortes, sábios e tem muito  a nos ensinar!

111111111

Me da um grande prazer  quando eles me permitem ouvi-los, questiona-los e compartilhar  minha vida com eles, sobre tudo aprender com suas histórias de vida.

Esse é  na verdade um grande prazer, mas como poucos valorizam isso, vou deixar meu recado ‘  Tente ouvir mais seus avós, seus parentes/vizinhos/conhecidos com mais idade, vai te causar no minimo um pequeno prazer fabuloso!

6

Enquanto  escrevo aqui no blog,  as caixinhas  de som do computador tremem, não sei como evitar, preciso disso! Música inspira, música é essencial pra vida…

Indo  trabalhar, fones de ouvido, um blues, quem sabe rock… Mas algo tem que estar tocando pra ser trilha sonora do dia.

Encho o celular com playlists, e viajo  muito em cada música, e se a bateria acabar, eu imagino melodias… essa é  a beleza  da música, não  podem tira-la da gente:

Desenhar e pintar quadros

Não que eu desenhe ou pinte bem, mas nessas atividades de  lápis ou  tintas eu encontro pequenos prazeres que me fazem muito bem.

Um dia posto  algum rabisco  e tela suja de tinta por aqui!

draw

E por falar em me sentir bem, todos os  dias quando  acordo  e sento em frente minha penteadeira e encaro meu reflexo no espelho, fico feliz, pois tenho visto uma  garota fabulosa do outro lado (modéstia parte! rs).

Digo isso porque  cheguei até aqui apesar dos pesares, e me ver bem  depois de tudo é  um pequeno prazer especial que sinto  todas as manhãs!

199

2

Sei que sorrir  é   uma consequência de sentir desses pequenos prazeres já  ditos aqui, mas eu também sinto prazer  em sorrir, ou seja prazer dobrado! rs

screen-shot-2013-04-09-at-3-56-06-pm

Não sou nenhuma workaholic mas tenho um mega prazer em fazer um trabalho bem feito! Então  se eu aparecer na sua empresa para fazer parcerias comerciais me receba bem hein! rs   Pequenas  atividades no dia-a-dia  no trabalho  como  ajudar alguém através das minhas atividades é recompensador, gratificante e da significado  ao que faço, logo me causa pequenos prazeres durante as oito horas em que meu foco é trabalhar.

18

Eu  amo a natureza, e pequenos momentos em contato com ela já  valem muito.

Sinto um pequeno fabuloso prazer toda vez que o vento toca meu rosto.

Sempre que vejo árvores, lagos ou o mar.

amelie 4

Se  achou que tenho muitos prazeres  estranhos é porque ainda não leu sobre esses …

Gostar  de  conversar por telefone

Quase ninguém gosta  de conversar pelo telefone. Bom, eu prefiro pessoalmente, mas  entre falar por escrita no whats, emails e outras possibilidades virtuais eu prefiro muito mais o bom e velho telefone.

Esses dias aconteceu problema com meu chip, e eu corri desesperada pra loja da operadora pra pedir que  trocassem por um chip  novo e mantivessem  o número. O rapaz que me atendeu tentou me vender um plano porque disse que viu no sistema que gasto fortunas colocando crédito com frequência.  

Pra terem ideia, meu recorde conversando com um namorado  no telefone certa vez foi de 13 horas  interruptas de falação.  Coitado! rs

Mas eu até deixava ele falar também rs, e ele também era tão  ou mais tagarela do que eu (se é que isso é possível!)

Não  é  atoa que  meu primeiro  emprego (com registro em carteira) foi  em telemarketing, e vai saber eu já  não  te liguei e fui aquela moça chata te segurando na linha por um bom tempo rsrs.

É BEM ESTRANHO ISSO MAIS TINHA UM PEQUENO PRAZER  EM CONVENCER AS PESSOAS A COMPRAREM COISAS  COM MEU TOM DE  VOZ (QUE PODE SER BEM ADEQUADO QUANDO EU QUERO)

Gostar de  ver homens consertando coisas

Amelie_187

Talvez um dia me case com algum mecânico, eletricista ou técnico de alguma coisa (eu bem que ia curtir gente que trabalha com esse tipo de coisa costuma ser fleumático, e eu quero um sujeito bem fleumático pra equilibrar  minha insanidade sanguínea)…

Não  sei explicar porque, mas sinto um pequeno prazer  quando vejo um homem (mesmo um estranho qualquer)  consertando algo.

MEDO

tumblr_lo0tusWKXZ1qknb8do1_500

Quando era  criança  gostava  muito de ver filmes de terror, sentia pequenos prazeres a  cada susto.

Não  gosto mais de ver filmes de terror, mais ainda gosto muito dos de suspense.

Tenho pequenos prazeres em sentir um pouco de medo  quando estou cinema.

É  algo  que me  da um frio na barriga, e acaba sendo gostoso…

Eu  disse que essa parte seria sobre prazeres estranhos! Não  me julgue rs!

01d93d6c2922520bfeed55565e68db1f

ESTRANHO  PRAZER depois  da  choradeira

Esse é  bem esquisito, desenvolvi  com um ex namorado que chorava por tudo e qualquer coisa. Dizia que limpava sua alma, que precisava fazer com frequência  é  o namoro nosso num deu certo ,  resolvi experimentar, não  sei fazer como ele fazia com tanto  drama, mas  me permito chorar com mais facilidade  ultimamente, e o alivio depois do chororo é um pequeno prazer estranho que coloco em pratica pra manutenção  emocional (expressão dele! rs!)

C o n t i n u a …

Boneca

large (2)

Ela quis se levantar mas não podia
Seu corpo parecia estar como que sem vida
Não tinha força nos joelhos, não podia sobre suas pernas suportar o peso de sua doença
Ainda respirava mais ninguem notava
Parada la como uma boneca, num rosto opaco e sem vida
Sem sorriso, sem alegria
Imóvel
”Quase bela e sem vida!” diziam todos que a viam

Mas era uma menina
Uma menina de carne e osso prestes a congelar pra sempre
Partindo lentamente, enquanto caiam seus cabelos 
E quem poderia costurá-los de volta em sua cabeça?
Quem colaria suas unhas no lugar?
Quem lhe devolveria o brilho de existir?
Ela estava se desfazendo
Suas lágrimas molharam a fase
Doia partir
Ignoraram o fato
Ou simplesmente não a viram chorar

Meu acidente (TCE), Anemia e melancolia

large (20)

Em Abril de 2012 eu fui atropelada, foi um acidente grave porque fui atropelada por um ônibus (desde então muita coisa mudou). Fiquei em coma, e de acordo a documentação médica sofri um Traumatismo Cranioencefálico em grau leve.

Para quem não sabe do que se trata o TCE > Os traumatismos cranioencefálicos (TCE) são um tipo de traumatismo craniano que responde à quarta principal causa de mortalidade nos EUA nos últimos 40 anos. Traumatismo cranioencefálico (TCE), também conhecido como lesão intracraniana, ocorre quando uma força externa causa um ferimento traumático no cérebro. TCE pode ser classificado com base na severidade, mecanismo (ferimento fechado ou que penetra o crânio), ou outras características (como, por exemplo, ocorrência em um local específico ou em uma área ampla). Lesão na cabeça geralmente se refere a TCE, mas é uma categoria mais ampla, podendo englobar danos a estruturas que não o cérebro, como o couro cabeludo e o crânio.
Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Traumatismo_cranioencef%C3%A1lico

TCE PAF neurotraumatologia - dr. alexandre cruzeiro

Níveis de gravidade
A gravidade do TCE pode ser avaliada levando-se em consideração o nível de consciência do paciente segundo a escala de coma de Glasgow (ECG). Esta escala é aplicada pelos médicos e avalia três parâmetros que são: 1) abertura ocular; 2) melhor resposta verbal e 3) melhor reposta motora. A pontuação vai de 3 a 15. Quanto menor o valor obtido, pior será o trauma.

TCE leve – ECG-14 ou 15 pontos com história de perda de consciência e ou alteração da memória ou atenção maior que 5 minutos. Em crianças menores de 2 anos perda de consciência menor que 1 minuto.
TCE moderado – ECG- 9 – 13 pontos ou perda de consciência maior ou igual a 5 minutos e ou déficit neurológico focal.
TCE grave – ECG menor que 8 pontos.

Fonte: http://www.cenepe.com.br/duvidas-frequentes/saudes-doencas/traumatismo-cranioencefalico/

Traumatismo Cerebral Leve
Quando não há ocorrência de lesões sobre o cérebro ou não são diagnosticadas por exames laboratoriais, como o EEG, o Raio-X de crânio, a tomografia computadorizada e a ressonância magnética, neste caso o estado clinico do paciente é leve.[1]
Os sintomas que aparecem sob a forma de manifestações somáticas, cognitivas, sensoperceptivas, emocionais ou comportamentais, o paciente apresenta múltiplas queixas de dor e desconformo, além de uma variedade de seqüelas psiquiátricas maiores que incluem estados psicóticos similares à esquizofrenia e transtornos do humor e ainda de síndromes de ansiedade variadas e convulsões.
Estes pacientes, embora em pequeno número, apresentam a síndrome pós-concussional, que pode perdurar por dias, meses, anos ou para o resto da vida. Tal quadro sintomático pode ser representado, em termos psicossociais, por extremas dificuldades em áreas críticas de funcionamento, como no trabalho, na escola, nas relações familiares e interpessoais e em atividades de passatempo ou lazer.

Sequelas
TCE pode causar uma série de efeitos físicos, cognitivos, sociais, emocionais e comportamentais, e o resultado pode variar de recuperação completa para deficiência permanente ou morte. No século XX, houve progressos substanciais no diagnóstico e tratamento que diminuíram taxas de mortalidade e melhoraram resultados. Algumas das técnicas de imagem atuais utilizadas para o diagnóstico e o tratamento incluem tomografia computadorizada e RMs ressonância magnética. Dependendo da lesão, o tratamento exigido pode ser mínimo ou pode incluir intervenções tais como medicamentos, cirurgia de emergência ou uma cirurgia anos depois. Fisioterapia, fonoaudiologia, terapia lúdica, terapia ocupacional e terapia visual podem ser empregadas para reabilitação.

Ver mais sobre sequelas do trauma  aqui 

Abaixo alguns dos meus exames de ressonância magnética :

EXAMES

O acidente me causou um grande abalo emocional na época, o pós coma (o período de redescoberta acerca de si mesmo é uma fase muito complicada!), a volta ao trabalho a aceitação dos fatos, tudo foi muito difícil!

Esse período também me fez ter varias dúvidas, e crises em relação a minha fé. Me prejudicou muito na vida profissional, afetiva e social de modo geral.

Embora, graças a Deus não tenha tido sequelas físicas, desde então não me sinto a mesma. Talvez tenha sequelas emocionais e comportamentais com as quais ainda não aprendi a lidar.

Não foi avaliado por um médico que o trauma tenha alguma ligação com o aumento do meu fluxo menstrual desde então. Mas  esse aumento, foi um dos fatores apontados por um profissional, que pode ter  desencadeado minha anemia.

large (1)

ANEMIA 

A anemia é uma doença muito seria que infelizmente não é vista pela sociedade como um risco real até mesmo a vida do individuo que sofre seus sintomas.

Eu pretendo falar mais sobre o assunto por aqui, porque ano passado fui diagnosticada pela segunda vez com anemia (ANEMIA PROFUNDA) e fui tratada com remédios para o aumento de ferro no sangue.

Eu melhorei, mais o que os sintomas da doença desencadeou em minha vida no ano passado foram além de problemas de saúde.

Complicou meu desempenho no trabalho, minha relação com o namorado, problemas com amigos e familiares…

Até que fiquei sem emprego, sem namorado , e brigada com muita gente!

Para quem não sabe, alguns dos sintomas da ANEMIA são:

*Destaquei em negrito os sintomas que voltei a sentir nas últimas semanas*

Mal-estar, tontura e náusea
Queda de cabelo, unhas fracas e quebradiças, esclerótica azulada, pele seca;
Sonolência e dor de cabeça;
vertigens, atordoação, desmaio;
Taquicardia (ritmo do coração acelerado);
Claudicação (dores nas pernas), inchaço nas pernas;
Dispneia (falta de ar);
Inapetência (falta de apetite) ocorre frequentemente em crianças;
Queilite angular (inflamação da boca), atrofia de papilas linguais.
Depressão nervosa (perda de prazer em atividades), perda do interesse sexual;

fadiga generalizada/cansaço/indisposição (*menor disposição para o trabalho)
anorexia (falta de apetite)
palidez de pele e mucosas (parte interna do olho, gengivas)

dificuldade de concentração e falta de memória
problemas respiratórios; distúrbios mentais
batimentos cardíacos acelerados

large (72)

Sim! Eu me alimento bem!

E apesar de ser um dos sintomas não sinto falta de apetite. 

Provavelmente minha anemia voltou ( e voltou pior do que no ano passado ) e agora acompanhada dessas dores de cabeça na região em que sofri o trauma.

Claro, vou ao médico para receber o diagnostico correto, e volto pra contar para vocês se morro em breve ou não rs!

Enquanto isso minha melancolia está em alta, o que provavelmente vai render muitas postagens tristes, dramáticas e  chatas.

Mas eu preciso muito escrever! Mais do que nunca!

Obrigada a todos(as) que me enviam mensagens e e-mails, e que de alguma forma me apoiam ou desejam minha melhora! =D Obrigada!