O despertar dos sonhos ingênuos, meu regresso e o sentido da vida

matsumoto05

Olá! digo eu sem saber se alguém me escuta, e ouço de volta Olá!
Eis o eco da minha suposta voz ecoando no cyber espaço á milhas e milhas de algum lugar. Já nem sei se alguém por aqui aparece, no entanto regresso nesta noite quente de sábado, para me desculpar a esse inexistente alguém do outro lado.
Eu passei bastante tempo ausente, e muito se deu entre meu sumiço e esse retorno inesperado até para mim, que já havia até me esquecido a senha deste blog.
Sei que é demasiado estranho me espantar com minha própria volta, mas é que a muito não me via sentada na frente do notebook a discorrer as maluquices que me preenchem os dias/a vida.
Mas para que outro motivo este blog existe, se não para registrar insolitamente o quanto existir me é a cada dia uma aventura incoerente na qual busco encontrar sentido?
Ah sim o sentido da vida! Assunto inoportuno para sábados a essa hora, não?
Que pensamento enfadonho! Como posso ousar filosofar a vida a essa altura?
Me perdoe de novo meu caro ninguém do outro lado, mas estou adoecendo como costumam adoecer os saudáveis que ousam pensar demais. O mau que me acomete sucedeu numa série de situações que acabaram por tornar a vida inerente a uma busca por respostas, sejam elas quais forem.
Tudo começou num assombroso dia no trabalho, já era quase fim do expediente integral quando a voz do diabo se apossou de um colega, a quem compartilhava de igual ócio, e me fez esfregar as janelas dos olhos de dentro e me ver numa encruzilhada.
Ele disse ‘ Esse trabalho me parece bom, é sempre o mesmo! Venho cá de segunda a sexta, todos os dias o mesmo, depois daqui o curso e logo a cama. Posso passar cem anos assim sem nem notar, me sinto inútil é verdade, e sei que me julgam assim também, mas me dedico a ser útil com algo egoísta com os estudos entende? Lá está o futuro, aqui são só horas (perdidas, mas apenas 8 horas diárias!) ‘
Não respondi. Tive assombro ao notar que a mim sucedia o mesmo pensamento medíocre. O diabo vem e esfrega a nossa mediocridade no nariz, e ficamos gratos, que vida promissora e recheada de sentido não? Seria até saborosa se não fosse tão insossa e com requintes de existencia vã.
No dia seguinte me questionei sobre a faculdade…
Ah a faculdade!
Passado o primeiro semestre, tudo se tornará quase que insuportável, o clima era quente e a Universidade sem ar condicionado fazia com que todos derretessem, enquanto a aula dada em inglês começava a parecer de grego.
Não me apetece aprender grego e muito menos inglês! E por sorte percebi isso antes do segundo semestre findar. Não quero ser professora não quero nem mesmo ser o que sempre quis (ser redatora).
Mudei absolutamente de ideia, passei a procurar um novo trabalho, ironicamente encontrei um igualmente chato, era numa financeira, fui até a segunda etapa do processo seletivo ficaram de me ligar, pedi as contas do trabalho onde estava a quase um ano. E nunca, nunca me ligaram.
Antes era medíocre com o trabalho e faculdade e então larguei ambos, e não avancei um passo na oportunidade de crescimento pessoal.
Mas em um dia chuvoso recebi uma ligação de um diretor de cinema quase esquecido da sétima arte brasileira)… não sabia de quem se tratava quando recebi a ligação mais fui mesmo assim conhece-lo, conversamos algumas horas, me contratou, me demitir dois dias depois por razões que prefiro não mencionar. Me re-contratou para uma atividade a qual dependia de um certo envolvimento com arte e escrita … o tempo passou (não muito tempo, mas a mim pareceu demasiado). Acabei sendo contratada por uma editora (a maior da América Latina, conhecida por manipular as pessoas * não só com papel poluído de conteúdo alienado mas também associada a certa emissora de tv de igual objetivo na manipulador).
VEJAM SÓ, DESISTI DE SER REDATORA, ME DESPRENDI DA IDEIA DE FAZER PARTE DE UMA EDITORA, RISQUEI DE VEZ A ALTERNATIVA DE UM DIA SER JORNALISTA E PARA ONDE A VIDA ME LANÇA (OU EU ASSUMINDO MINHA CULPA – VOU DE PASSOS APRESSADOS? IRONIA NÃO? )
Sim, eu estive no inferno das revistas de fofoca e as manchetes de política hora esquerdista hora de direita, um liquidificador de anúncios com objetivo de lhe comprar a alma …
Volto então a estaca zero… ou devo dizer que dessa vez talvez tendo avançado um pouco no crescimento pessoal, afinal de contas, mundos que imaginei ingenuamente serem interessantes eram na verdade fabricas de ilusões temperadas com desesperada ambição por nada menos que dinheiro.
Antes ainda fosse como o colega medíocre de trabalho a quem dependia da ideia de uma profissional para ser útil. Agora me via a questionar… sempre quis coisas que tive de uma hora pra outra, e as lancei a sorte, para azar de quem encontre um desses futuros fingidos de promissores.
Mas não para por aí, ainda insistente a vida (ou seja lá o que for) a me convencer a voltar a mesmice, me surgi a oferta de uma bolsa de estudos, e eu quase afundo por completo deixando que tudo voltasse a ser como naquela tarde de fim de expediente.
O que quero dizer é que, se um dia alguém ler isso, que me leia, e por favor se esforce a me compreender, não sou dessas moças de vinte poucos anos que quer uma profissão, um noivo, um marido ou qualquer um desses aparentes sentidos óbvios.
Quero tão somente, nunca, nunca me contentar com o obvio. Pois a mim não existe melhor sentido na existência do que SER antes de possuir, seja um bom cargo numa grande empresa, um perfil invejável no LinkedIn, uma porcaria de diploma aos quais as universidades hoje em dia dão a qualquer um que tenha frequência as aulas…
Nada de anel na mão esquerda para ostentar o vínculo com outro ser humano de igual necessidade que foge ao amor, nada de uma poupança com dinheiro suficiente para uma casa na rua principal como temia Joe Ramone.
Me deixem com a pura arte, aquela que vem de dentro e transcende a necessidade de que meu bolso tenha valor suficiente para que seja vista como alguém.
A vida esta cheia de ambiciosos, a internet idem, inundada no mais do mesmo. TodAs maquiadas, todOs tentando parecer engraçados (youtubers o mau do século!), o reflexo da decadência humana… Morreu Zygmunt Bauman ( me entristeceu, sua existência me aliviava o pesar de ver o declínio da raça humana), matei meus sonhos pois descobri que eram estúpidos, arrumei um ou outro emprego para descobrir de uma vez por todas que não preciso tanto deles quanto julgava precisar, houve a aparição de um ex psicopata e eu ignorei por completo (presumo que seja como se deva agir diante de um real Hannibal), me irrito a cada dia mais com o que vejo nas revistas/jornais/tv/internet … estou a ler O Homem Duplicado , e me irrita ver o nome de Tertuliano sendo repetido cinco vezes em cada página, mas Saramago é uma companhia que me preenche as horas com questionamentos diversos daqueles em que pensamos ser o próprio diabo a nos perturbar a vida… E agora estou aprendendo a lidar com os comentários alheios sem que isso me faça largar o emprego (faculdade já não faço parte de uma a que possa largar) mas creio que me compreendeu (ao menos em parte).
Mas me faltava, o ar e o clima seco tem me feito sentir tontura, fui diagnosticada com bronquite, e uso o tempo na inalação para encontrar maneiras de nunca cair no vão da mesmice que separa a existência do EXISTIR (se é que me entende!)
Mas está tudo bem, eu vou sobreviver, vou voltar ao Eu Insólito e como sempre fazer jus ao seu propósito.

Anúncios

Desengano

4329b6fbc3d4d5dfa275532c2230af61

Pensei que era mesmo ele
O ser a me libertar de estar exilada em mim
Não pensava haver outro abaixo daquela pele
Mas não foi assim

Fui consumida por minha própria ingenuidade
Enganada por meu próprio coração
Arrebatada de amor foi minha sanidade
E pelo crer cegamente recebi minha punição

Sofri o castigo da descoberta
E por minhas próprias lágrimas fui liberta
Ainda presa mim, mas livre dele

Há um exilio do qual nunca se pode fugir
Mas de enganos sempre poderemos partir
Novamente pertenço a mim, e não a ele

Jaqueline Bastos

Um filho de Deus

noite-de-luar

Por onde quer que eu fosse sempre via pelo caminho um menino, desses que você se desvia porque considera ser só mais um menino de rua

E todo menino me parecia sempre o mesmo, sem brilho no olhar, sem calçados nos pés

Mas certa vez um deles me roubou a atenção, pois de uma maneira apaixonada fitava a lua

Ou talvez ele olhasse para cima buscando uma resposta, algo que pudesse lhe explicar o porque de sua vida revés

E temi que a lua lhe dissesse que estava fadado a não ter o mesmo direito que os outros

Que seria sempre assim

Uma vida de frio, fome, admirando o céu sobre escombros

Era só um menino, e como todo menino apenas gostaria que a vida lhe dissesse sim

Ao menos uma vez

Ele tinha esse direito

Porque todos temos de desfrutar da vivez

Por isso sei que ele queria ser mais que um qualquer, chamado garoto de rua

Queria receber da sociedade ao menos respeito

E a certeza de também ser um filho de Deus ao contemplar a lua

 

Jaqueline Bastos

Minha participação na Edição ANTOLOGIA POÉTICA SARAU BRASIL 2016

Cheguei  da faculdade há algumas horas, e tive a ótima notícia de que minha tão esperada correspondência  finalmente chegou!!!

20160908_230014

20160908_230121

w

Se trata dos livros da  Edição ANTOLOGIA POÉTICA  do Sarau Brasil 2016, que reúne através de um Concurso Nacional  poesias de  novos poetas.

Esse ano entre as poesias  selecionadas está (na página 225) meu soneto :

20160909_005047

Soneto didático para Leonardo

Os teus olhos cansados diziam coisas que não pude ouvir
Me distraia com seus lábios perfeitos olhando pra mim
Sentia tua alma me tocar e o amor intervir
Sem pé nem cabeça, começou assim

Te juro que menti que não era amor
Era tão confuso que me roubou o direito de mentir
Mas já estava tão inteiramente roubada, que consenti ao rumor
E disse, seja lá o que disse só pra não discutir

É que eu te quis pra valer
Como tem gente que quer só porque o outro quis equivaler
Mais foi bonito, foi amor correspondido

Foi meio apocalíptico
Mas se virasse um livro, ia ser didático
Sobre um tipo de sentimento meio subentendido


Muito feliz de fazer parte de mais uma seleção de poesias que rendeu publicação! 

Não imaginei que seria esta minha poesia selecionada, uma vez que assim como os demais candidatos enviei duas …

Este soneto em especial é o registro de um romance vorazmente vivido/sentido/sofrido e superado, que fora capaz de me trazer grandes aprendizados, por tanto é de extremo valor que tenha ido parar num livro.

Fica ai O Soneto De Didático Para Leonardo em estima a todo aprendizado gerado através da minha tentativa de compreender tal paixão …

Caro Leo, paixão é só paixão.

Isso significa tudo, pode não ser nada …

Importa  é que vivemos…

Aprendemos …

Supondo estar nos amando …

Jackie & Ryan (Um filme) : Singelo mas lindo

Folk e acaso são os protagonistas da história de amor sem medidas  de Jackie (Katherine Heigl) uma ex cantora de  música country e Ryan ( o lindo Ben Barnes ) um artista folk nômade.

960

Andarilho e aparentemente determinado, Ryan é um desses personagens intensos que carregam consigo um mistério  e charme que envolto em música folk, ficou simplesmente lindo de ver e ouvir.

Ryan esta se apresentando com seu amigo na rua para ganhar uns trocados, quando uma de suas espectadoras chama sua atenção, a loira Jackie, que o questiona sobre ter composições próprias. 

Mais tarde Ryan avista Jackie atravessar a rua distraída no celular, é quando então Jackie é atropelada e Ryan a socorre imediatamente, deixando para trás sua mochila ( que é roubada no curto espaço de tempo). 

Jackie então o convida para jantar em sua casa para agradecer o favor. E  assim passa a saber mais sobre o cantor, e sem  querer acaba por revelar a ele mas de si ao expor  sua luta  pela guarda da filha, o que acaba por uni-los de uma maneira rápida e intensa .

O filme é rápido e muito gostoso de assistir, a trilha sonora é maravilhosa. Além é claro  de contar com o charme inigualavel da barba de Ben Barnes! rs

Não sei se é porque  tenho andado sensível ( e  pensando muito em certo alguém ), mas o filme apesar de ser tão singelo, me arrebatou a mil e uma ideias sobre como o amor surge de maneira imprevisível, e muda o rumo de tudo …

é ando apaixonada rs! 

tumblr_inline_o2m85i6i6x1u0epj5_540

Título original : Jackie & Ryan – No Brasil : Jackie e Ryan AMOR SEM MEDIDAS

Ano : 2014 

 

#recomendo!

 Letra  da maravilhosa  SouthBound ‘

I’m heading southbound, long way to go
down to where the weather go’in suit my clothes
police can’t catch me

lord how they try
they always miss me when im passin by, im passin by
i threw all my things in a bag of thought
down one lost dollar boy and that is all i got
well i found all my friends just so i could good bye
i couldn’t hold it down but god how i try
some god religion and it just can’t win
well i take to hard drinkin and i push my feelings in
im leaving town and all the people that i know
and well im drunk still tonight and that fright train my home
im headed south bound, long way to go
down to where the weather is go’in suit my clothes
police can’t catch me, lord how they try
they always miss me when im passing by, I’m passin by
rains pouring hard makes some steery sound
900 more miles and ill be doing just fine
and if the moon and the stars are the only shelter that i know
i guess i got this whole world and you to call me home
to call my home
to call my home
to call my home

Ainda bem que eu tenho vocês!

Muita gente diz que tenho facilidade em fazer amizades, não sei isto é verdade, embora seja fácil e natural para mim me comunicar com estranhos, não sei se realmente todos com os quais estou sempre me comunicando são realmente meus amigos e amigas.

Amizade é muito além de estar adicionado na rede social de alguém, pegar um ônibus junto todo dia, estudar junto, ou dividir o mesmo ambiente de trabalho. Amizade é dividir com alguém seus temores, conflitos, dúvidas, suas lembranças (boas e más), suas expectativas de futuro ( seus sonhos, metas e planos) … e mais do que isto é colocar essa pessoa em seus planos, e crescer com ela ( fazendo  com que ela se desenvolva tanto quanto você ao lado dela) . 

Amizade transcende barreiras como classe social, nível de hierarquia, religião, e etc … pois é união de dois seres absolutamente diferentes dispostos um a fazer parte da vida do outro, ajudando, rindo junto, crescendo junto !

abbsDbMGe44byzn3IMCt66OOPnF Algumas pessoas buscam pessoas parecidas para fazer parte de seu circulo de amigos mais próximos, mas o meu único critério é que as pessoas que desejem serem minhas amigas SEJAM REALMENTE AMIGAS!  E com isso resumo tudo o que significa ser um verdadeiro amigo. 

Segundo a Bíblia a maior amizade que poderia haver na terra foi a de Jonatãs e Davi :

“E, indo-se o moço (Jonatas) levantou-se Davi do lado do sul, e lançou-se sobre o seu rosto em terra, e inclinou-se três vezes; e beijaram-se um ao outro, e choraram juntos, mas Davi chorou muito mais”. 1 Samuel 20:41.

A amizade entre ambos foi por muitos  confundida com um relacionamento  homossexual, pois era intensa e nitidamente envolta em amor. Mas não um amor  relacionado a atração física, ou de  interesse em  suprir alguma carência, e sim  repleta de desejo pelo bem do outro. Ou seja ambos queriam para o outro o mesmo que queriam para si mesmos, pois como Deus ordenou se amavam como a si mesmos.

Davi e Jônatas - Código da Bíblia

Davi chorou a morte de Jônatas, dizendo: ‘Teu amor me era mais precioso que o amor das mulheres’ (2 Sm 1.26). É importante observar, entretanto, que a palavra hebraica ahavá não significa apenas amor no sentido conjugal/sexual, mas também no sentido paternal (‘Isaque gostava de Esaú’, em Gn 25.28), no sentido de amizade ( ‘Saul afeiçoou-se a Davi’, em 1 Sm 16.21), no sentido de amor a Deus (‘Amarás o Senhor, teu Deus’, em Dt 6.5) e no sentido de amor ao próximo (‘Amarás o próximo como a ti mesmo’, em Lv 19.18). Em todos estes exemplos, o verbo usado na Torá (a Bíblia hebraica) é ahavá. É por razão linguística — e não por falso pudor — que a maioria das traduções bíblicas cita 1 Samuel 1.26 ‘Tua amizade me era mais preciosa que o amor das mulheres’.” 

  Devemos é verdade amar a todos, e desejar o bem e FAZER O BEM a todos! E creio eu, ainda mais por aqueles que nomeamos e consideramos nossos amigos!

Já fiz ( e continuo fazendo) muitos amigos e amigas por aqui, pois não é de hoje que a internet serve para mim como uma ponte a tantos outros mundos encontrados em seres distantes rsrs…  Mas mesmo no caminho para o trabalho, no super mercado, numa loja, ou em qualquer outro lugar ( cada vez mais inusitado)  conheço pessoas que quero que participem do meu presente e estejam comigo no meu futuro, compartilhando, crescendo  e aprendendo com a vida lado a lado!

Recentemente conheci duas pessoas muito especiais, e quero falar um pouco sobre elas aqui …

PicsArt_08-06-03.30.15

A primeira é essa moça maquiada rsrs, uma pequena guerreira de apenas dezoito anos que apesar de sempre sorridente e alegre, suporta grandes batalhas diárias para lidar com a perca da mãe, e a ausência do pai.  Estudando e trabalhando ( e sempre devorando os lanches alheios rsrs #gulosa) a Dani tem me ensinado muito sobre a vida sem se quer se dar conta disso, e é por isso Dani que dedico a você minha amiga do tipo irmã caçula todo meu amor fraternal!  ❤

E agora é hora de falar da Aleee ( sim com três vezes o ‘ E ‘ rs!), a garota  que estava me esperando na porta da faculdade no dia de prova (preocupada se eu havia me alimentado), a companheira na hora das compras, a pessoa que me motiva aos estudos, me diverte, me escuta ( muito, porque falo muito! rs), que compartilha comigo das suas experiencias de vida, com quem posso desabafar, rir e ser 100% eu mesma sem ter de ter cautela ou papas nas línguas! Ninguém acredita que somos amigas a tão pouco tempo, e nem eu mesma acredito como chegamos tão rapidamente neste nível de companheirismo.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Tudo que temos até aqui é apenas o começo de uma amizade que quero cultivar e levar comigo por muitooooooooooooooooooooo muitooooooooooo tempo!!!

E como eu sei que você ama eles Alee, ai vai um som do CPM : 

❤ Cris * Mais que meu irmão meu melhor amigo!

❤ Luiz *Mais que amigo, meu irmão de outra mãe ( e outro pai) rs! Em breve um post só pra você seu chato!!!

❤ Patrick * O cara que Deus tanto usa pra falar comigo! Meu caçulinha !

❤ Stefany * A irmã que pedi a Deus ( LITERALMENTE!)

❤ Jean * O Cara mais artístico da família, tão diferente e as vezes tão parecido comigo !

❤ Luquinhas meu maninho que eu amo imensamente!

❤ Gui meu amigo pra todas as horas ! De ontem hoje e sempre! 

❤ … e todos e todas que estando sempre por perto ( ou longe, mais presente de alguma forma!)   dedico a vocês este post ❤ ❤ ❤ 

Num mundo cheio de traições
Nós somos mais que irmãos

Tem algo errado mas vejo meu lado
Ainda bem que eu tenho vocês
Mas a verdade é que lealdade
Ou você tem ou não tem

Hey quero dizer que você pode contar comigo
Hey e quando enfraquecer quem são seus reais amigos?

E o que nós fizemos até aqui
Velhas lembranças que me fazem chorar de rir
Estamos aqui pra o que der e vier até o fim
É um por um e Deus por nós e então que seja assim !!!

Bia, a morte e uma lição

tumblr_static_filename_640_v2

Conheci através do novo trabalho uma garota, que vou chamar aqui de Bia.

Minha primeira impressão a respeito dela deixou claro que somos demasiadamente diferentes, Bia ama Matemática ( eu odeio! ), adora beber ( eu só bebo chá rs! ), se envolve em relacionamentos abertos por diversão ( eu vivo no celibato rs! )…

Mas apesar das diferenças, Bia me pareceu ser uma garota legal, é inteligente, tem lindos olhos verdes que contrastam com sua pele morena , curte redes sociais, é viciada em series ( e fala muito sobre), apaixonada por mil e um atores (dos quais como uma adolescente fica admirando as fotos no celular). Demonstrou desde que a conheci demasiada preocupação com  a saúde da mãe, parece ter um lado maduro que cresceu depois de tanta dor. Bia perdeu o pai e o namorado no ano passado, e vinha falando muito sobre sua família ( ou que restou dela, sua irmã mais nova e um irmão casado que mora em outro estado). 

Bia disse que gostava muito de festas, mas desde que ficou desempregada ( á 6 meses atrás) deixou de frequenta-las e cortou laços com algumas pessoas. Sua irmã a motivou ficar em casa dizendo ‘ Se um dia a mãe falecer você será quem mais sentirá falta dela, pois nunca passa um tempo aqui! ‘ 

Passando a ficar em casa vendo series e na companhia da mãe, Bia  desfrutou mais da família, e talvez por essa razão vinha falando tanto sobre.

Na sexta-feira passada recebeu uma ligação de sua irmã dizendo que sua mãe estava no hospital, após demonstrar sérios problemas relacionados á pressão. 

Com os olhos cheios de lágrimas  e tremula Bia se despediu de mim e foi as pressas buscar a mãe.

Ontem( segunda-feira ) nos vimos novamente no trabalho, ela parecia estar feliz com a melhora mãe e disse aliviada ‘ Foi só um susto! Nem sei o que seria de mim sem ela!‘ 

Bia recebeu horas depois outra ligação de sua irmã, saiu as pressas nem se despediu …

Sua mãe faleceu.

tumblr_static_cll1tkm6l7ccwo8c4koo4s84g_640_v2

Sei que faz pouco tempo que a conheço, mas hoje fez  falta para todos a presença de Bia, principalmente porque todos nós sabemos que ela não está lá por sentir uma ausência maior.

Todo mundo se sentiu parecido com ela agora, todos também adorariam se as mães fossem eternas,  e  se nunca ligações de urgência  nos roubasse quem amamos.

Bia me ensinou uma lição valiosa. 

Eu não a conheci durante os seis meses próxima da mãe, talvez ela nem tenha aproveitado esse tempo o suficiente a julgar por agora, mas quem de nós saberá quanto tempo ainda temos para amar? 

Não temos nada se não o agora.