Tudo passa ! – E isso é mais do que a metáfora

13263938_1060225247440013_8816851480118086228_n

Fico me lembrando involuntariamente dos dias ruins, não porque goste de caminhar pelo passado,  porque definitivamente não gosto, mas como disse é involuntário. E as vezes as memórias ruins se esforçam em me deixar pra baixo. 

Um dia ruim, uma fase ruim, querem voltar e  atormentar nosso presente como se fossem  fantasmas.Mas uma vez ouvi de uma grande mulher ‘ Ninguém escolhe ter sido uma vitima, mas cabe a nós  decidir se seremos sempre vitimas  ! ‘ , é uma questão de escolha CRESCER/APRENDER com o passado ou se condenar a ser apenas o resultado negativo do que ele lhe causou. 

Relembrar os problemas passados e é uma maneira revive-los, mas olhar para o que está lá trás como um ponte perigosa que você  atravessou, pode ser muito encorajador!

E se o presente não estiver tão bom, a boa notícia é que ele passa, tudo passa!

Mais vale a lembrar que é tudo mesmo! Inclusive os momentos bons, como na metáfora: 

Havia um rei muito poderoso que tinha tudo na vida, mas sentia-se confuso. Resolveu consultar os sábios do reino e disse-lhes:

– Não sei por que me sinto estranho e preciso ter paz de espírito. Preciso de algo que me faça alegre quando estiver triste e que me faça triste quando estiver alegre.

Os sábios resolveram dar um anel ao rei, desde que o rei seguisse certas condições:

Debaixo do anel existe uma mensagem, mas o rei só deverá abrir o anel quando ele estiver num momento intolerável. Se abrir só por curiosidade, a mensagem perderá o seu significado. Quando TUDO estiver perdido, a confusão for total, acontecer a agonia e nada mais puder ser feito, aí o rei deve abrir o anel.

O rei seguiu o conselho. Um dia o país entrou em guerra e perdeu. Houve vários momentos em que a situação ficou terrível, mas o rei não abriu o anel porque ainda não era o fim. O reino estava perdido, mas ainda podia recuperá-lo. Fugiu do reino para se salvar. O inimigo o seguiu, mas o rei cavalgou até que perdeu os companheiros e o cavalo.

Seguiu a pé, sozinho, e os inimigos atrás; era possível ouvir o ruído dos cavalos. Os pés sangravam, mas tinha que continuar a correr. O inimigo se aproxima e o rei, quase desmaiado, chega à beira de um precipício. Os inimigos estão cada vez mais perto e não há saída, mas o rei ainda pensa:

– Estou vivo, talvez o inimigo mude de direção. Ainda não é o momento de ler a mensagem…

Olha o abismo e vê leões lá embaixo, não tem mais jeito. Os inimigos estão muito próximos, e aí o rei abre o anel e lê a mensagem: “Isto também passará”.

tudo-passa

De súbito, o rei relaxa. Isto também passará e, naturalmente, o inimigo mudou de direção. O rei volta e tempo depois reúne seus exércitos e reconquista seu país. Há uma grande festa, o povo dança nas ruas e o rei está felicíssimo, chora de tanta alegria e, de repente, se lembra do anel, abre-o e lê a mensagem: “Isto também passará”. Novamente ele relaxa, e assim obtém a sabedoria e a paz de espírito.

Mas para além da metáfora, a vida é mesmo assim sempre em movimento, e é por isso que não podemos nos congelar  no ontem , e nem mesmo no hoje, pois o futuro a de mudar tudo de novo!

Anúncios

Não se atravessa uma vida sem magoar alguém

tumblr_lxysq3OR6V1rny1uwo1_500

A frase título ” Não se atravessa uma vida sem magoar alguém ” é  da canção  O Menino,  do cantor Pélico (ver letra na integra e ouvir > aqui) e reflete uma grande verdade.

Todo nós, ainda que sem intenção acabou por machucar alguém, com palavras, atitudes, ou mesmo por ausência, ausência de palavras, de atitudes…

Eu já fui machucada, tanto  quanto já  feri também.

E claro não me orgulho disso. Mas busco  extrair lições dos equívocos.

Certa vez no meu quarto parei pra pensar sobre, e escrevi cartas para aqueles(as) que acredito de algum modo ter ferido.

tumblr_ltstj9xa6F1qlttxko1_400

Procurei não justificar os erros (para maioria dos erros não existe justificativa), mas falei sobre a culpa, o sentimento real que pesava sobre mim . Busquei traduzir o arrependimento  no mais sincero pedido de desculpas.Chorei. Lágrimas de dor, por saber que minhas palavras não seriam lidas.

Quis voltar no tempo, não haver errado. Não ter dito o que disse, não ter feito o que fiz…

Tarde demais me dizia a consciência.

Guardei as cartas, e prometi a mim mesma que se encontrasse as pessoas que feri lhes transmitiria o conteúdo dos escritos, ainda que pudessem parecer de alguma forma humilhantes.

E  na semana  passada aconteceu uma ocasião perfeita para me desculpar. Se tratava de uma pessoa que feri, e optei por me afastar (ao invés de tentar concertar as coisas tendo em vista meu erro).

A pessoa não foi indelicada comigo (pelo menos não claramente), pelo contrario, foi demasiadamente atenciosa, no entanto não pareceu me perdoar de fato.

Pude perceber que conversava com uma certa ironia, se gabava e tentava demonstrar ser superior (ao mesmo tempo que tentava demonstrar uma educação forçada).

Para mim aquele momento foi uma oportunidade especial de corrigir um grande erro. E quem sabe até de refazer a amizade.

tumblr_o2a481NE1V1v4vwgto1_400

Senti uma enorme paz em estar tendo a chance de pedir perdão.

E me perdoei  pelo erro.

Foi libertador, apesar de sentir que quem feri ainda não estava pronta a me perdoar.

perdoe-sempre
A importância do perdão é enorme, tanto pra quem  pede perdão/pra quem se perdoa, quanto para quem consegue liberar  esse perdão  de maneira verdadeira.

Em suma para viver  bem é necessário pedir perdão (se perdoar),e perdoar os que nos feriram.

Levou um tempo pra aprender a perdoar os que me feriram e  nunca se desculparão.

E outro tempo para perceber que  também feri,  que precisava pedir perdão  a essas pessoas ( ainda que elas não  estivessem dispostas a me da-lo ).

E ainda mais tempo foi necessário para que me perdoasse, e compreendesse que de fato não se atravessa uma vida sem magoar alguém.

Vamos amar mais!

Amar mais os que nos feriram 

Amar  quem ferimos (ainda não nos perdoem)

Amar  a nós mesmos, não permitindo que a culpa nos roube a paz. Pois somos tão humanos quanto os que nos feriram. Por isso temos de saber pedir perdão a cada erro, e  desculpar o outro por seus equívocos.

Amar mais!

Para evitar que o erro exista, não causando tantas feridas.

Pra atravessar a vida(ainda que ferindo) buscando ser melhor.

 

Eu em acróstico por Alex André

WP_20150830_154

J amais perde-se em paroxismos

A liás, vive sempre de sua humildade

Q uer livrar-se, a todo momento, do terrível jugo

U nicamente mantém distância da falsidade

E scapar de sua bondade é aviltar o mundo

L evar, sim, adiante sua lealdade

I magina sempre como ser uma pessoa melhor, sem dúvida

N unca se esquece de uma pessoa querida

E vence todos os obtáculos de sua tão nobre vida.

B uscando sempre seu autocontrole

A nalisando cada obstáculo imposto pelo destino

S abendo que tudo na vida é paulatino

T emendo a voz de cima da montanha

O uvindo um hino de paz, em seu coração

S oando ao longe com muita emoção.

Esse acróstico foi um presente  lindo  da  autoria do blogueiro das resenhas  Alex André , do Lendo Muito  – inclusive  estou participando das postagens por lá com ”trecos”  insólitos rs!

Vou deixar aqui os links de alguns dos muitos   excelentes acrósticos do Alex :

A Amizade aqui 

Amor Materno aqui 

LENDO MUITO aqui

Música O Presente de Deus

O que seria da vida sem a música ?large (8)

Penso que seriamos todos atormentados como o Rei Saul sem Davi tocando a harpa.

O que seria de Cantares de Salomão sem a Sulamita ?
A poesia depende do amor .
A música se faz com poesia .
Deus é a essencia do amor . E eu agradeço pelos seus maravilhosos presentes, incluindo a música .

Jaqueline Bastos
{ Loucamente apaixonada , para o Amor da minha vida }