FILME: O homem duplicado (o caos é uma ordem por decifrar)

enemy02Quer ver Jake duplicado na sua tela?
Quer ficar demasiadamente intrigado, e perder o sono?
Quer ver um filme te recomendar um livro?

098358.jpg-r_1280_720-f_jpg-q_x-xxyxxSe você for capaz de responder sim a todas essas perguntas, você deve assistir O HOMEM DUPLICADO, filme dirigido por Denis Villeneuve (do já recomendado por aqui Os Suspeitos) .

 

7e4e4f07fe05fc213dff0e0df99d6b02Adam Bell é um professor universitário de História… da aulas, vai para casa, janta, e transa com sua namorada, dorme, acorda e recomeça o processo. Sua vida monótoma, ganha um brilho de complexidade, quando um outro professor da Universidade, lhe indica um filme, e afim de mudar algo no esquema de seus dias iguais, Adam aluga o tal filme, e para sua surpresa descobre no longa um ator que é perfeitamente igual a ele. Se trata de Anthony um ator de filmes de segunda.giphy.gifAdam então decide conhecer seu duplo, o que gera uma enorme teia de situações confusas, que se tornam ainda mais complexas na imensidão de cenas repletas de simbolismos.giphy (2)

 

O filme baseado no livro homônimo de José Saramago,  foi feito para confundir, mas se você prestar bastante atenção acaba ligando os pontos, ou não rsrs, seja como for o filme valeu apena, pois acabou por me recomendar a leitura do excelente livro do inesquecível Saramago.  

Na internet é possível encontrar  uma série de teorias sobre o filme, sendo a principal delas a ideia de que Adam e Anthony são a mesma pessoa (Será?) . 

Siga a minha recomendação, e assista! 

Prometo que não haverá um duplo seu na tela! 

Anúncios

Sustos e clichês com AMITYVILLE: O DESPERTAR

7c8e1e0c103c3968a4031b5318a03bf5--amityville-the-awakening--moviesNa  noite da sexta-feira  passada, eu e meu namorado fomos ao cinema conferir Amityville: O Despertar, mesmo ambos não tendo assistido aos filmes anteriores da franquia.   O filme com duração de 88 minutos,  traz a sequencia dos horrores da famosa casa em Amityville (o próprio longa brinca com o fato de que  a casa já  fora tema de livro e filmes).

 Belle a protagonista se muda com seus irmãos e sua mãe, Joan , para a tal casa horrores de Amityville, sem saber o que esta representa. Mas não demora muito para que descubra sobre o passado sombrio do seu novo lar. E como em todo clichê do terror, quando ela  descobre o que é já parece ser tarde demais.

O filme não traz nada de novo, mas é garantia de muitos sustos (eu vi um rapaz na minha frente pular da cadeira do cinema por contas de certas cenas rsrsrs, e confesso que levei as mãos aos olhos para não ver algumas bizarrices)!

Nota: 5   

Recomendado para quem curte sustos, sem se importar de ver mais do mesmo no quesito enredo.  

Dica de dvd : Os Suspeitos

imagesA cerca de três semanas por recomendação do meu cinéfilo irmão, meu namorado e eu assistimos a trama com direção de Denis Villeneuve : OS SUSPEITOS . O filme nos surpreendeu, é um desses suspenses que ganham o espectador logo nas primeiras cenas. Tudo se passa em Boston, onde  Keller Dover (Hugh Jackman) e sua família vivem felizes, com os filhos  Ralph (Dylan Minnette) e Anna (Erin Gerasimovich). Em certa tarde, a família visita a casa de Franklin (Terrence Howard) e Nancy Birch (Viola Davis), seus vizinhos e amigos. Sem que eles percebam, a pequena Anna e Joy (Kyla Drew Simmons), filha dos Birch, desaparecem. Desesperadas, as famílias apelam à polícia e logo o caso cai nas mãos do detetive Loki (Jake Gyllenhaal).

Não demora muito para que ele prenda Alex (Paul Dano), que fica apenas 48 horas preso devido à ausência de provas contra ele. Alex na verdade tem o QI de uma criança de 10 anos e, por isso, a polícia não acredita que ele esteja envolvido com o desaparecimento. Entretanto, Keller está convicto de que ele tem culpa no cartório e resolve sequestrá-lo para arrancar a verdade dele, custe o que custar.

A tradução do titulo original: Prisoners, acabou por fazer total sentido, pois o filme te leva a achar no início que o próprio pai posso ser um suspeito, ou que as meninas talvez tenham fugido de algum tipo de abuso, e outros suspeitos surgem no decorrer do longa . É  um filme muito bom, e como tem Jake Gyllenhaal   é obvio que iria citar aqui !

Outras recomendações com o lindo  par de olhos azuis aqui  <

 

COISA CHATA!

20170509-it-a-coisa

Eu nunca assisti a versão original de It (no máximo fui adiantando para as cenas de ”terror” e só), também nunca li a obra de Stephen King. Mas até para minha surpresa, fui ao cinema conferir o remake de IT: A COISA, na companhia do meu namorado que gosta da obra.
Detestei cada segundo do filme, mas concordo que muitas partes causam bastante susto/aflição e até MEDO como o palhaço cabeça de balão gosta.  Os efeitos especiais são muito bem trabalhados, e as atuações das crianças são satisfatórias. No entanto continuo sem entender até hoje a grandiosidade da ideia  da pacata  cidade  Derry, aterrorizada por uma coisa que se alimenta de medo.  

Terror, não tem que fazer sentido né? Basta que aterrorize!

It-Remake-Necessary-Reasons-Stephen-King-Story

Mas eu advirto  os fãs de  Pennywise  que o novo  filme, diferente do original, é apenas o primeiro de uma sequencia, pois o remake somente trata do primeiro capitulo da extensa obra de King. Ou seja ainda vem muita coisa chata por aí !

A insólita criação do Capitão Fantástico

Capitão-Fantástico-CinePOP4

Recomendação do meu irmão Cris, ontem eu e meu namorado assistimos CAPITÃO FANTÁSTICO. Meu namorado gostou bastante, mas eu nem tanto, embora concorde que o filme traz sim alguns pontos importantes, tais como se questionar a cerca de como vivemos hoje em dia, como as crianças dessa geração estão sendo educadas e como essas interagem com a natureza e com própria sociedade, eu creio que o filme soou um tanto quanto exagerado, mas vamos lá …

130858.jpg-c_620_260_x-f_jpg-q_x-xxyxx

Para quem não sabe, o filme é sobre: Ben (interpretado por Viggo Mortensen) um pai de  seis filhos que vive na  floresta, e cria seus filhos com um rígida rotina que mais parece treinamentos de sobrevivência. As crianças  lutam, escalam,  caçam e praticam duros exercícios (e claro sem nunca comer bobagem!), não bastasse tudo isso leem obras clássicas e debatem sobre elas, tendo a autossuficiência sempre como palavra de ordem. 

3hgcyu79i2vx

Apesar dos exageros do personagem Ben, e da ideia de crianças e adolescentes tão obedientes e bem dispostos, o decorrer do filme revela algumas surpresas nas quais os personagens ( e o espectador ) são levados a pensar se seria mesmo possível viver tão á parte da realidade atual da sociedade. E é esta sementinha de questionamento que faz o filme ser mais uma insólita recomendação por aqui.   Trailer : 

Se você viu o filme, deixe seu comentário sobre o que achou !

Estilhaços, crise existencial e amizades pouco prováveis em DEMOLITION

001 (4)

Que eu sou uma fã  (desde que vi JIMMY BOLHA quando criança) de Jake Gyllenhaal  a maioria já sabe, mas o que poucos sabem por não ter feito muito burburinho com os brazucas, é o sobre o filme Demolition/Demolição.

Demolition
Direção: Jean-Marc Vallée . Gênero: Drama. Nacionalidade: EUA

Sim, mesmo sendo apaixonadinha pelo ator eu só fui saber desse filme após  ver uma cena do mesmo no instagram ( é, em tempos onde não há tempo para ver trailers  ou pesquisar sobre filmes, basta o instagram! )

giphy

  Neste filme Jake Gyllenhaal interpreta  um homem de negócios, que trabalha  com investimentos  na empresa do sogro, e que levava a vida de uma maneira um tanto quanto sem graça (e sem sentido), até que um acidente  (do qual fez parte) leva sua esposa a falecer. É então que  seu personagem  Davis Mitchell entra em colapso emocional, e é levado a pensar sobre o que de fato teria sido seu casamento, e se realmente é importante o trabalho que possuí, entre outras coisas.

Demolition-33

Nessa procura por sentido Naomi Watts surgi como a atendente Karen Moreno da empresa para qual continuamente Davis envia cartas de reclamação por ter tido um problema com uma máquina de alimentos (justo no dia do acidente). Carente e desesperado Davis desabafa toda a tragédia e crise existencial que tem enfrentado para Karen, e é então que o filme te leva a  pensar que algo clichê como um romance previsível irá acontecer, mas não! O filme vai muito além do previsível, sutilmente levando o espectador a se questionar tanto quanto Davis a respeito de sua própria vida.

 

 

 

DEIXO AQUI MINHA RECOMENDAÇÃO, E O TRAILER : 

Outras recomendações com Gyllenhaal AQUI<<

Terror psicológico, racismo e ideias bizarras: CORRA!

20170330-corra

Se eu tivesse visto  o trailer de CORRA! ou mesmo algo a respeito eu confesso que jamais  teria ido ver este filme,  mas na semana passada uma amiga me chamou para ir ao cinema, e por conta do horário só nos restava o CORRA! 

Acabamos assistindo e até gostando do filme, mas minha nota para ele não  é algo maior do que 5 ( numa escala de 0 a 10 ), pois a  partir da metade o filme foi longe demais, misturando humor com terror psicológico e ultrapassando uma linha tênue entre terror e exagero.

Segue aqui a Sinopse: Chris (Daniel Kaluuya) é jovem negro que está prestes a conhecer a família de sua namorada caucasiana Rose (Allison Williams). A princípio, ele acredita que o comportamento excessivamente amoroso por parte da família dela é uma tentativa de lidar com o relacionamento de Rose com um rapaz negro, mas, com o tempo, Chris percebe que a família esconde algo muito mais perturbador. ( by : adorocinema )

E o trailer:

54551_w840h525_1493147437corra-b

Se pretende assistir , pare de ler aqui !

CONTÉM SPOILER :   Eu gostei bastante do início do filme, a primeira cena nos mostra um rapaz negro  sendo sequestrado  ( literalmente sendo jogado na traseira de um carro por um homem mascarado). Esse começo foi uma boa escolha para deixar a sala toda curiosa.

Mas de repente vemos Chris (o personagem principal) fazendo as malas para conhecer os pais de sua namorada, é quando o filme nos mostra o que será o foco principal da estória,  RACISMO

Chris teme não ser  bem aceito pelos pais da namorada branca, e durante a viagem para casa dos sogros um policial branco  chega a abordar Chris de maneira racista. E ao conhecer os pais de Rose, Chris percebe que esta sendo tratado com muita cordialidade o que chega a ser estranho, pra ajudar  a empregada e o caseiro são negros, o que faz com que Chris se sinta ainda pior. Mas não bastasse isso, sua sogra é psicologa e costuma tratar seus pacientes com hipnose e confronta Chris sobre ser fumante, o levando a ser hipnotizado. 

Até essa parte o filme é no minimo curioso e interessante, pois começa a  trazer um certo terror psicológico, nos fazendo pensar se Chris não está apenas enlouquecendo com toda a situação.Mas quando Chris encontra uma caixa de fotos de outros ”ex namorados” negros  de Rose , ele entende que ela é uma isca para levar negros até a casa de seus pais para serem hipnotizados por sua mãe, a ponto de serem manipulados e se tornarem escravos dos brancos, e então o filme fica extremamente bizarro! Com direito a cirurgias cerebrais ( pois o pai de Rose que é cirurgião mantem seus pais ”vivos” através do corpo da empregada e do caseiro). 

O personagem de Chris chega a questionar o homem que quer dominar sua mente dizendo ” Por que os negros! ” e o sujeito lhe responde ” Vai saber! ” , e o filme que a principio parecia fazer uma critica ao racismo, parece ter ficar totalmente racista na minha opinião. Sem contar que absurdamente sem sentido.

Corra! tinha tudo para ser um  bom filme de suspense/ terror psicológico mas optou por ser um filme bobo/idiota.