Meu whatsapp na internet, meu eu insólito e o Blog em mutação

Oficial

Na madrugada de ontem O EU INSÓLITO (vulgo esse blog) ganhou uma nova temática de linsolity2ayout, com direito a simbolo próprio e tudo!

 E ficou assim como vocês estão vendo, parecendo outro blog, mais acredite tudo segue insolitamente da mesma forma… Ou não … Acontece que eu também tenho estado em metamorfose, e resolvi mudar as coisas por aqui para que combinassem mais com o meu estado de espirito atual.

Com mais  esperança , mais fé, mais ancorada em Deus e  claro ainda insólita! 

A ideia desse simbolo surgiu meio que por acaso … Eu fiz recentemente uma reforminha no meu quarto e insisti para que meu brother

Jamps fizesse um desenho na parede (pra aplacar a vibe de hospício das paredes brancas, do quarto que hospeda essa louca que vos escreve), eu sugeri uma árvore ( o que remetia ao antigo layout daqui ), mas ele insistiu em algo mais animado. E foi então que sugeri uma ancora, começamos a pesquisar imagens na internet e logo surgiu esse simbolo. Que ele desenhou na parede, e ficou exatamente assim :IMG_20160522_151819

Só então depois diante do resultado ( que eu curti muiiitooo diga-se de passagem ) veio a ideia de usar este mesmo simbolo aqui no blog.  Então outro brother fotografou o simbolo e trabalhou sobre a imagem dele no Photoshop , e então chegamos a essa imagem PNG ( que agora coloco em tudo quanto é lugar rsrs)!!!

E aproveitando o fato de que estou vivendo essa fase de bem com a vida, GOOD VIBES total rsrs, resolvi comprar um chip  no fim da tarde de hoje, especialmente pra manter um WHATSAPP dedicado ao blog. Anota aí : 

insolity22

O número é exatamente este da imagem  : 011 98333-1866 

E pra induzir minha psique a uma falsa ideia de segurança,criei esse falho sistema estupido de senha’ MATRIOSKA ‘  .  Que funciona assim : Você escreve MATRIOSKA e eu finjo que foi exatamente daqui do blog mesmo que você conseguiu meu número ( entendeu porque é tão falho?!) ***Por que MATRIOSKA Jaqueline? – Por nada meu filho, eu só acho a palavra divertida rs!***

WhatsApp

Não sei ainda com que frequência irei responder os insólitos seres que ousarem me add, mas acredito que com mais frequência do que respondo vocês no email.

Uma das coisas mais interessantes em manter um espaço como esse online, é dividir com os outros minhas experiencias, registrar minhas ideias de uma maneira exposta, permitindo a todos contrariá-las ou se identificar com elas . E isso acabou rendendo profundos laços de amizades desde meus primeiros blogs (pré históricos na plataforma BLOGSPOT), afinal de contas quem me lê me conhece melhor do que ninguém !

Então nada mais justo do que ter  um contato ainda mais próximo a vocês!

Aos tarados, não se empolguem! Eu vou bloquear/deletar/ignorar qualquer imbecil que falar de nudes rsrs! E pode ser que chata e desconfiada como sou, só de não ir com a sua cara fake eu o delete em menos de 10 segundos rs!

Tirando isso, bora falar de futebol e politica… brincadeira ! Nem ouse fazer isso rs!

Bom , é isso, a vida ta corrida, mas eu ainda quero estar conectada aos insólitos(as) que passam por aqui e compartilham comigo experiencias e opiniões 

Very HOPE , Very FAITH  … God in the heart !

Fale Claudia

large

Ela arrumou o cabelo e pintou as unhas, se maquiou e ficou sobre saltos caros, se sentia pronta para um outro encontro, mas só estava mesmo se antecipando para outra decepção.

Fim de noite tranquilo, ele mentiu e ela agiu como se acreditasse em tudo.Onde não há questionamentos não há confusão, romances aparentemente perfeitos não tem diálogos ou muita expressão, só ocupam o tempo, e são bons nisso.

Mas um dia Claudia ousou ser ela mesma, e dessa vez de cara limpa, apressada e de cabelo bagunçado quebrou o silencio antes quebrassem seu coração.

A vida social de quem não vive

fiz-o-teste-voc-viciado-em-internet-e-acertei-tudo-1422041796

Um pensamento  que tive esses dias …

Se  eu fosse responder a todos os e-mails, retornar as todas as ligações, acompanhar as notícias, atualizar minhas redes sociais, atualizar esse blog … cheguei a conclusão de que precisaria de umas 12 horas online.

Uso  dez  com o  trabalho (que também requer que eu esteja ON), me sobrariam duas horas offline, mas provavelmente teria medo de desligar o Smartphone com receio de perder algo importante acontecendo.

Sem horas  de sono, sem tempo para me alimentar adequadamente longe da tela do computador … Provavelmente  minha saúde estaria em off ! 

Mas eu teria uma boa vida virtual ^^

Com um certo risco de não  estar viva.

Meu sedentarismo e o maratonista no ônibus

tumblr_lxst8jf3Vp1r8qpnho1_500 (1)

Ontem aconteceu uma coisa inusitada ( mais uma, na minha vida inusitada/insólita ) …

Mais antes é importante dizer que na consulta em que estive o médico ( que  finalmente resolveu me atender ) me questionou ‘ Você  pratica algum esporte? ‘ , tive de ser honesta ‘ Não!‘ . Ele  continuou ‘ Tem feito alguma atividade que requer esforço?  Isso talvez explique as tonturas! ‘ , tive de assumir pra mim mesma  e para ele o quanto sou sedentária ‘Não!

normal_8sedentarismo

Me senti uma criatura inútil ! Me senti em divida comigo mesma em relação a minha saúde … O que estou fazendo com meu corpo? Será que não fui eu mesma que me adoeci levando essa vida sedentária?

Comecei a entender  que finalmente  precisava mudar meus hábitos, o ônibus chegou, eu entrei, e como todo boa sedentária, procurei um lugar vago pra sentar.

Sentei do lado de um homem, desses que já tem mais que quarenta anos, mais que tem o corpo melhor do que muitos caras da minha idade. E pensei ‘ Nossa até ele tem mais energia que eu !‘   

Ele deve ter notado minha cara de espanto ‘ Nossa moça da pra acreditar  pensei num da! rs já fazem 28 graus a essa hora ? ‘  , respondi ‘  é , e olha que o verão acabou!

De repente ele começou a falar ‘ Se bem que o calor aqui de São Paulo nem se compara com o calor de … e começou a falar de vários estados !

Eu disse ‘ O  senhor viaja bastante! ‘, ele sorriu e disse  ‘ Sim , é porque sou MARATONISTA! ‘ 

Senti um tapa na cara … Ele prosseguiu ‘  Quer ver minhas medalhas e troféus?

Puxou o celular do bolso e começo a mostrar fotos em vários lugares onde esteve, mostrou sua coleção de medalhas e troféus, prêmios que já ganhou através das corridas. Falou sobre o quanto era importante pra ele já  QUASE AOS 60  ter um patrocinador, e que isso o ajudava bastante. Falava com alegria sobre como A CORRIDA mudou sua vida.

Engoli a seco cada palavra!

Ele disse ‘ é  raro me sentar perto de alguém que não  esteja no celular …

Pobre homem pensou que  eu fosse como os humanos de antigamente que viviam para algo além de  comer e dormir…

Estava próximo de onde desço, me levantei, desejei a ele mais vitórias.

Desci do ônibus pensando em mudar minha vida, ser do tipo fitness, quem sabe correr numa maratona rsrs okay  Jaqueline sem exageros! No minimo quem sabe correr um pouquinho num parque!

Estava  exausta, e se não tivesse de voltar para buscar o resultado dos exames e ir ao retorno com o médico, dormiria.

Meu sedentarismo também coleciona medalhas e troféus, quase sempre me vence.

É um campeão e tem me  levado a total derrota!

C o m u ni c a ç ã o de verdade

 

Bem no início do blog fiz  algumas postagens apontando o quanto a comunicação através da internet, criada para ser uma excelente ferramenta  em nossa vida, acabou por se tornar um mecanismo de  banalização, ofensas, crimes  e etc.

Mas claro que a culpa disso  é que de quem faz mau uso da internet, de quem faz mau uso da comunicação de modo geral!  

Passei meu domingo resfriada na internet  e é como se eu tivesse ido ao show da minha banda favorita, viajado para Londres, conhecido povos indígenas, testemunhado o passado grotesco do Dinho Ouro Preto  nos primórdios do Capital Inicial , e tudo isso  sem sair do meu quarto, ah eu amo a internet!  Ela me possibilita ler, assistir, ouvir, conversar, aprender, me divertir !

E claro  me possibilita  estar aqui, agora ( ou pra sempre *  seja lá quanto tempo este blog fique ON ) falando  com você !

É COM VOCÊ!   VOCÊ, QUE NEM SABIA QUE EU EXISTIA, ATÉ VIR PARAR NESSE BLOG !

E hoje  eu quero falar sobre comunicação de verdade !

tumblr_lpbirwkDur1r0xdqso1_500

Está  cada vez mais raro ter uma conversa boa de verdade, nos permitir (sem smartphones ou outras tecnologias)  ouvir o outro, comunicar ao outro de maneira clara quem somos e o que sentimos. 

E por isso vou compartilhar  mais uma vez por aqui uma curta mais super interessante  palestra, dessa vez sobre algo que  pode melhorar nossa comunicação:

Dez regras para conversar melhor

— TED Talk

Para os  que estão sem tempo de ver o vídeo impacientes e loucos para ver as atualizações no Facebook, ou mensagens no Whatsapp   segue  abaixo as dez dicas de Celeste Headlee :

1-  Não  ser multi-tarefa  * de modo a nunca prestar atenção no outro

2- Não  dar lição * bancar o sabichão/o analista, como quem conversa com ares de superioridade, sempre julgando nunca ter nada a aprender e tudo a ensinar.

3- Faça perguntas abertas * que não insinuem possáveis respostas

4- Deixe fluir *  ao invés de estar programado para  o  que  irá dizer 

5- Se não sabe algo assuma que não sabe

6- Não compare suas experiencias a do outro

7- Não repita as mesmas coisas 

8- Não detalhe demais 

9- Ouça * com atenção 

10- Seja breve 

Nkenr1zQY

O mais bonito nessa palestra, é que foi destacado a importância de buscar conhecer a surpresa que há no  outro.

É porque eu identifico imediatamente uma semelhança entre meu corpo e o do outro que se opera uma transferência de sentido:  eu vivo como corpo; vejo um outro corpo como o meu; este outro corpo deve ser habitado por um outro eu.

Se  o valor é atribuído por um sujeito que  observa, o mundo não percebido é indiferente Não vale. Equivale a todo resto também não percebido. A percepção é, portanto, condição do valor. Sua atribuição depende de contemplação do mundo, recepção e emissão. Em suma de comunicação

Trecho do livro  Comunicação do Eu .

Vamos comunicar a solidão

WP_20160209_009Descrição – fonte aqui 

Este livro trata do tema comunicação, dos fundamentos éticos da realidade e das implicações sobre os sujeitos que se comunicam, considerando que ninguém vive só, isolado. Assim, precisamos compartilhar. Mas o quê? A solidão. A nossa. Mesmo que de forma imprecisa e deformada por símbolos que nunca são. Talvez, confessá-la. Para nós e para o outro. Seja como for, precisamos comunicá-la, pois é a condição para a vida em sociedade.
 
O outro nos vê apenas como um personagem, tal como ele imagina que somos.
 

Mas há um  eu, o eu só, dentro de cada um de nós. Nossos desejos são só nossos, nossos encontros com o mundo só nossos. A solidão é nossa marca, somos singulares eis nosso fardo, estamos sós, á sós com nós mesmos o tempo todo. A solidão  é como o laço da existência por isso temos  por natureza ( por necessidade ) comunica-la. E um monte de nós sós tornassem companheiros de um mesmo objetivo, ser dois!

images (1)

Todos nós carregamos o peso de uma trajetória, toda memória do ontem ainda de algum modo habita nosso presente.  E nosso hoje em breve será parte dessa bagagem de memórias que constituí quem somos.
Quem fui, o que sou, não importa, serei sempre eu na companhia de meus outros eus, e isso é o que define minha trajetória.
Sou só, singular e emergido em lembranças. Lembranças só minhas, o que vivi, o que tive, o que perdi … só eu estive lá, só eu vi o mundo por trás desses olhos castanhos e cansados.
Só eu chorei naquela tarde por aquela perca, só eu senti o que senti …
E comunico minha dor ao outro, para que ele de algum modo a aplaque. mesmo que seja só ouvir um desabafo , de forma a diminuir a quantia de dor presente aqui…
ass :  o  eu de hoje

large (2)

Quanto a mim quanto mais intimamente no que chamo de mim-mesmo, esbarro sempre numa ou noutra percepção particular, calor ou frio, luz  ou sombra, amor ou ódio, dor  ou prazer. Não  atinjo nunca a mim mesmo.  – HUME

Toda crise de identidade é na verdade uma crise de permanecia.  A identidade é sempre resultado provisório de um dialogo entre o social e o sujeito.

É porque eu identifico imediatamente uma semelhança entre meu corpo e o do outro que se opera uma transferência de sentido:  eu vivo como corpo; vejo um outro corpo como o meu; este outro corpo deve ser habitado por um outro eu. Como na analogia cartesiana , o outro surge a partir do eu.

Como observa Polin, ” toda avaliação implica numa avaliação de si mesmo ”. Porque o mundo é um espelho.

As coisas no mundo valem na medida em que nos satisfazem. Valores sobrepostos. Mudam-se os desejos, mudam-se os valores. O mundo nos afeta, nos oferece o desejado e, por isso, passa a ter valor.  Um valor singular, como é singular nossa trajetória nele.

Se  o valor é atribuído por um sujeito que  observa, o mundo não percebido é indiferente Não vale. Equivale a todo resto também não percebido. A percepção é, portanto, condição do valor. Sua atribuição depende de contemplação do mundo, recepção e emissão. Em suma de comunicação


 

Editora:  Vozes           Autores:  Clóvis de Barros Filho, Felipe Lopes, Bernardo Issler