A apelação mais do que sensacionalista do Netflix : Thirteen Reasons Why

A série sensação do momento  Thirteen Reasons Why é uma adaptação do  livro de mesmo titulo, que  fora publicado  em 2007, cujo autor é  Jay Asher.

tumblr_inline_oo27ntXFmx1utw3s6_500

Nunca li o livro ( não perderia meu tempo! ), já perdi tempo demais assistindo a série. Mas faço questão de registrar aqui minha enorme repulsa pela mesma! 

Não vou me estender aqui sobre o blá blá que a sinopse dessa série apresenta, pois acredito que a maioria já tenha visto o bastante sobre, ou talvez assistido ao menos um episódio, mas é importante que este  post seja lido, pois essa série pode sim ser prejudicial …

Eis aqui meus 13 motivos para acha-la tão inútil  (okay na verdade apenas resumi meus mais de 13 motivos em três razões serias de porque detestei a série)! Mas antes, atenção nas palavras em vermelho :

O tema bullying é  sim um tema sério, merece sim ser abordado e tratado, abuso físico e psicológico pode sim causar depressão, e depressão pode  realmente levar ao suicídio.  Mas o que a  produção da Netflix fez foi apelar para o tema, fazendo com que se acreditasse que esta é uma série  para o publico adolescente, por abordar um tema infelizmente tão comum na fase escolar. 

Porém, na verdade essa série é adulta ( aborda violência, estrupo … morte!) ! Mas é claro que a Netflix precisa agradar a maioria dos seus espectadores, ou seja os jovens, e as garotinhas fãs de Selena Gomes (produtora da  série)! Por isso a série traz rostinhos bonitos e um estilo bem clichê adolescente,  onde a novata se apaixona pelo vampiro, ops! quer dizer pelo cara mala jogador do time da escola (que obviamente só quer transar com toda e qualquer garota, o que significa que logicamente a quer também *caso não esteja claro!)

A porcaria da série não irá apresentar soluções para os adolescentes que sofrem algum tipo de abuso, ela não oferece opções, não diz ” Fale com um adulto, ele pode ajudar! ” , pelo contrário ela diz ” É provável que seu conselheiro diga Siga em frente depois que você falar com ele sobre seu abuso, então nem conte a ele, seja rápida corte os pulsos!  O que você tem a perder amigos falsos, abusos ? Sua merda de vida? Vamos exaltar a morte, pois ela meninos (as)  é a única solução ! ”

13A

Motivo de inutilidade número 1 :   LANÇAR A CULPA SOBRE OS OUTROS

Como devem saber   a série  se inicia com Clay Jensen encontrando as fitas de Hanna Baker, onde a mesma irá contar a todos nós porque resolveu partir. Hanna faz isso de maneira bastante organizada, numera as fitas de 1 a 13, coloca Tony Padilla para ser uma espécie de guardião das mesmas, para se certificar de que todos saibam o que fizeram a ela ! 

Devem todos pagar?! Devem todos sofrer ?! Devem todos cortar os pulsos como ela ( e Alex) fizeram ?

Por que Hanna deixa as fitas ?

Sua preocupação não são seus pais, sua melhor amiga que se mudou de cidade ou qualquer outra pessoa, Hanna quer se eximir da culpa, quer  apontar o erro, ou falha de cada um para com ela, ela não se vê como culpada por ter feito escolhas ruins, ela apenas diz ” você falhou comigo, e é por sua CULPA que eu enfiei a navalha nos pulsos! ”

 Hanna é uma personagem jovem , e jovens costumam serem assim, impulsivos, péssimos em fazer escolhas,  suscetíveis a depressão quando tudo esta difícil, certo? 

e9dfe4165c48037cee82494a4e347f8a.gif

No momento em que se nota que a personagem da aos outros o poder de seu bem estar, parece justo que ela culpe os outros pela maneira como  é tratada. 

Mas quando ela pode fazer algo por si mesma o que ela faz? Ela desiste!  Ela entra numa banheira e corta os pulsos, e que se dane pai e mãe, o Clay,  e até mesmo sua melhor amiga  que se mudou, que se dane a vida !  

Muitos podem discordar de mim, mas eu não creio que a personagem pareça uma pessoa com depressão, ao longo da série vemos que Hanna  tem facilidade em fazer amigos,  é bonita, tem um emprego, chama a atenção dos garotos, inclusive de Clay que se apaixona realmente por ela.

Mas o que  sai errado?  Tudo começa com seu interesse por Justin Foley, e o que seria seu primeiro beijo acaba por se tornar  o inicio dos abusos que viria a sofrer. 

E então nos enquanto assistimos também culpamos Justin Folley por ser um abusador nojento, culpamos Jess/Jessica Davis por ser uma péssima amiga, Alex Standall pela lista quente, Zach Dempsey e  todos os demais por suas horríveis falhas. E somos levados a não culpar Hanna (pobre Hanna uma inocente suicida)! 

E então  acontece o estrupo da Jess ( o qual Hanna assiste, sem fazer nada é claro !), e depois acontece o estrupo com a própria e já fragilizada Hanna , o que torna a personagem ainda mais vitimizada, e  dessa vez por um motivo mais devastador.

As treze fitas, os treze motivos de Hanna, são sobre as atitudes de outras pessoas, logo para ela a culpa é do outro e somente do outro. Hanna vai mergulhando pouco a pouco na depressão, porque entrega o controle de sua vida aos seus abusadores, logo já não é mais tão fácil fazer amigos, nem mesmo o conselheiro da escola a ajuda, e então a solução parece  obvia ” se mate!

Para mim é inútil uma série que mostre ao jovem o que pode leva-lo ao suicídio, infelizmente é comum jovens  terem pensamentos suicidas hoje em dia, eles sabem muito bem o que os levam a te-los. Eles podem até se identificar com Hanna, e eu temo que se identifiquem com uma personagem tão fraca, tão pouco dona de si e de suas ações.  Vivemos sim , numa sociedade cheia de abusadores, ocorre abuso de crianças e jovens nos lares, nas escolhas, no trabalho, mas eles precisam aprender a lidar com isso evitando ao máximo se colocarem em risco, e a sempre buscarem ajuda, e compreender que  o ato de dor ao qual foram submetidos é sim culpa do outro, porém será somente culpa deles ( somente deles ) darem cabo da própria vida, se nem se quer tentarem realmente lutar pela vida.

Há quem diga que Hanna queria deixar uma lição através das fitas, mais  como a maioria de seus abusadores se sentiram perante elas?

  • Pouco culpados (ironicamente já que Hanna quis o tempo todo deixar claro a culpa e participação de cada um deles em sua decisão pelo suicídio!) , seguem com suas vidas, suas festas e jogos de basket, e o que vemos apenas é o mártir pelo medo de serem descobertos! Hanna deixa o Clay com o coração  tragicamente partido, colabora para o suicídio de Alex, arrasa seus pais  para sempre (que nem se quer tiveram a chance de ajuda-la!) 

Motivo de inutilidade número 2  :   Romancear o suicídio

Já temos músicas, filmes e outras séries que se apoiam sobre a depressão (ou que levam a agravar a  depressão), queremos nos divertir um pouco  através do Netflix, mas se for para assistir algo  que aborde assuntos sérios como abusos e suicídio, que isso por favor não  seja romanceado!  Porque o drama real   da depressão/abusos/suicídio não pode ser mensurado por uma série tão ridícula, que coloca foco nos pontos errados, e leva o adolescente suicida a parecer apenas alguém sem nenhuma escolha.

                                        Motivo de inutilidade número 3  :   Personagens Estereotipados

Não bastasse toda a apelação  em torno do tema ( que sempre causa na mídia e internet ), a série precisou realmente apelar para os esterótipos dos filmes  americanos sobre os adolescentes. Eu poderia falar aqui  sobre o qual inútil é a construção medíocre de cada personagem vazio, mas acho que qualquer um que tenha o minimo de percepção notou isso!

filing_images_f41a6857b8fa

Lição da série : Morrer parece ser  bem mais fácil do que evitar ser idiota, ou evitar  idiotas!

A série não nos mostra  que através da tortura que Hanna tentou provocar em seus abusadores com as fitas, eles tenham realmente aprendido algo, ou  deixado  de serem cruéis nos pontos em que a fizeram sofrer. Os personagens apenas seguem com suas vidas, deixando claro aos que sofrem os abusos  na vida real, que  se matar não levará ninguém a mudar, e que seu sofrimento mesmo que explicado através de um bilhete ou gravação é inútil, porque  tudo  permanece o mesmo ou pior …porque existem muitas outras vitimas para fazerem o papel de Hanna. 

Os personagens não sofrem , eles  apenas temem serem descobertos, Alex que se  sensibiliza demais com tudo se mata ( por culpa? ) …  ou para que tenha mais temporadas?  ( Pois quem sabe na Segunda Temporada alguém além de Clay e os pais de Hanna se sensibilizem realmente com a alguns dos  temas tão explorados) . 

A série não ajuda a tratar o bullyng ou o abuso ( seja ele físico ou emocional) , a série é ridícula, exalta a dor, a depressão e morte/suicídio  da personagem… nos leva no máximo a pensar que  já fomos ( ou somos ) vitimas , ou ”abusadores” de alguma maneira.
Não ensina os jovens a lidarem o tema, a pedirem ajuda,  ou mesmo a não serem os causadores de tanta dor para com seus conhecidos.

A série só diz  da maneira mais romanceada possível ” Hanna se matou ”. 

 

 

Anúncios

Tag: Livros e Adaptações

ornament

Indicação do  Alex  do  Lendo Muito    Gracias Alex!  =D 

Perguntas 

Qual sua adaptação preferida?

Quem me conhece sabe  bem! rsrs 

Com certeza, a melhor adaptação  para o cinema  da história (na minha humilde opinião rs)  é  ALTA FIDELIDADE ( HIGH FIDELITY ), cujo o autor é  ninguém menos do que um dos meus escritores favoritos Nick Hornrby!

 

Quem leu o livro (que já  li mais de oito vezes)  e viu o filme (que eu já  assisti  pelo menos umas 15 vezes), sabe  que todos os personagens, cenários e diálogos foram muito fieis ao livro. E não tinha como o resultado ser melhor! E até  o que a direção  do filme acrescentou foi perfeito, não fugindo do  contexto do romance.

Cena do filme  Rob (John Cusak) e Laura (Iben Hjejle) 

Qual adaptação você mais detesta? 

Não vou dizer que detestei realmente (costumo  gostar de tudo sobre esse casal). Mas justamente por ser  fã  de Tristão e Isolda,  o filme me decepcionou, porque de fato esperava muito mais.

0000000000000000000000000000000

p160441_p_v8_aa

No filme Tristão  não é  apenas triste é sonso, Isolda  inanimada (até  antes de qualquer poção rs). E  em todos os livros e até poemas que li sobre, ambos os personagens são loucamente apaixonados um pelo outro, intensos e bem vivos rs, diferente da adaptação para o cinema. 

tumblr_lljy63lmvk1qclvq3
Tira a mão daí Sophia !

Meu querido James Franco  parecia estar com sono,  e Sophia Myles é  uma atriz que nunca vi interpretando bem.

Tristan-Isolde-tristan-isolde-5323712-1024-576

O próprio ator disse que foi um erro protagonizar o personagem, o que talvez explique a atuação ruim. Ver sobre aqui << 


Qual adaptação você está ansioso para ver? 

Sem dúvida nenhuma,  a adaptação que mais aguardo  nos últimos anos é  o do livro  A CABANA (Autor:  William P. Young), de acordo as informações em sites sobre cinema,  o filme já  tem data prevista de lançamento para 18 de novembro de 2016  no EUA.  A direção  será de Stuart Hazeldine  e o roteiro de  John Fusco. Ouvi dizer também que Octavia Spencer será Deus na adaptação, e isso só aumentou minha ansiedade por ver esse grande livro nas telonas!

OctaviaSpencer-acabana-620

Mas vale  dizer que também  estou muito ansiosa pela adaptação  do livro Extraordinário  (Autora: R. J. Palacio) * Ver post sobre aqui .

extraordinariotopo-e1413051387338

fotor_(5)(3)
Meu desenho … coisa boba de fã !

Também estou super ansiosa  para ver o personagem  perturbado Leonard em carne e osso (no cinema rs!) 

perd

Ver  minha resenha sobre o livro:  aqui


Qual a última adaptação que você assistiu? 

Não  consigo me lembrar.


 

Qual personagem você achou bem adaptado? 

E precisa dizer? rsrs Rob Gordon (interpretado por John Cusack)  de ALTA FIDELIDADE (HIGH FIDELITY – Nick HornrbyCusack  nasceu pra ser o Rob rs

high-fidelity-inner-groove-records-17-980x551

Mas pra não  dizer que só cito  Alta Fidelidade rs, eu devo confessar que sou muito apaixonada pela adaptação  do personagem bipolar Pat Solatano de  O LADO BOM DA VIDA para o cinema (interpretado por Bradley Cooper).

sl6

Vale lembrar que O LADO BOM DA VIDA é a primeira adaptação  de um livro do autor  Matthew Quick ,  e sua segunda  obra a ganhar  espaço na sétima arte será  o citado acima Perdão, Leonard Peacock.

000000000000000000

10649619_1508562562713845_3614108829816862867_n
Coisa de fã boba na época do sucesso do filme, eu e  o Pat ❤  

Qual personagem você não achou bem adaptado? 

Tristan-Isolde-tristan-isolde-32540327-500-240

Tristão interpretado por James Franco.


Qual adaptação irá estrear em breve e você está ansioso para ler o livro? 

No momento não  me lembro.  Mas pelo jeito, só  A CABANA , que  uma das adaptações que aguardo ansiosa há muito tempo e  é a única confirmada de fato  para este ano.

maxresdefault (1)


Qual livro você quer adaptação? 

Quero muito  adaptação dos livros do Jostein Gaarder (escritor norueguês do famoso livro O Mundo de Sofia).

111111111111111111111


Quais os três filmes que você assistiu e ainda não leu o livro? 

tumblr_m33m5334Av1ruu17do1_500

Com certeza  um  filme que já vi 127 vezes e sou super curiosa sobre, é o 127 Horas. O livro autobiográfico conta nos detalhes ( segundo ouvi dizer) a agonia vivida por Aron Ralston. E deve ser ainda melhor que o  filme.  

Se alguém quiser me presentear, to super aceitando rs!

filme-127-horas

 

Outro filme que já  assisti (nesse caso a trilogia toda) é  HANNIBAL, confesso ter certa curiosidade sobre os livros, sobre tudo por se tratar de psicologia. Mas não  sei se teria disposição para os ler.

tumblr_nnqtbqLzMg1tepew7o1_500

113234250_1GG

Outra trilogia que assisti  inteira e sou curiosa acerca dos livros é  a da Saga Millennium

millenium


Indicações 

♡  Tati >  viciolicito.wordpress.com 

♡ Ismael >  deixecrescer.wordpress.com

 Apoli-chan > apoliland.wordpress.com

Joy > feitobailarina.wordpress.com

Isa > universoinconsequente.wordpress.com

Douglas Reis > lunaticosnoar.wordpress.com

Thiago Cruz > inludere.wordpress.com

5-the-end