Should I Stay Or Should I Go?

tumblr_ldfthwexqm1qclwmjo1_500

Depois de tanto tempo … voltei! \o/

E devo confessar o quanto tenho sentido falta de escrever (pra variar), não só aqui no blog, mas nos meus velhos cadernos, e até mesmo no bloco de notas do celular.
Não estar em contato com a escrita me faz mau, me faz realmente muito mau. Sinto que se não puder traduzir o que sinto/penso/vivo em palavras, é como se não existisse sentido em certas ações.
Sim, isso tem haver com crise existencial (o que ocorre com frequência como sabem)! E decorrente de todos os questionamentos trazidos por ela, aqui estou para tentar transcrever minhas razões de reflexão (e claro as reflexões sobre também!).
Mais do que nunca meu insólito eu perambula atormentado por memórias e questões complexas de existencialismo.

Continuar a faculdade? ( Isso é mesmo o que quero? Se quero, porque quero? )
Esperar o que do futuro próximo de 2017? ( Sair de uma vez por todas de 2015, e compreender 2016 até aqui )
Depois de tudo, o que é o amor para mim afinal? …

One day is fine, next is black …
This indecision’s bugging me
If you don’t want me, set me free
Exactly who’m I’m supposed to be
Don’t you know which clothes even fit me?
Come on and let me know
Should I cool it or should I blow?
Should I stay or should I go now?
If I go there will be trouble
And if I stay it will be double
So you gotta let me know
Should I cool it or should I blow?

Nunca sei exatamente como proceder, nunca sei lidar com essas coisas em volta e essas coisas de dentro…
Nunca sei se acabou realmente, nunca sei como teria sido se continuasse, mas também não sei como será …
Não argumento mais pelas razões corretas, nunca mais tenho tido certeza desde de …
Todas as minhas frases passaram a ter reticencias, todos meus amores passaram a ser páginas que vivo tentando reescrever. Toda minha vida tem sido a justifica que tento dar aos meus sonhos. Meus sonhos tem sido interrompidos por um despertador, minha mente tem sido adormecida pela realidade.
Flashes e escuridão. Luz e sombras, a miopia da alma. Viver tem me feito morrer.
Estou procurando não sei bem o que. Estou indo não sei por onde, para algum lugar que não quero.

Mas vivo me perguntando se devo ficar ou partir …

Se devo amar ou deixar …

Se devo continuar ou recomeçar …

Será que tudo pode um dia ser como sonho, ou simplesmente tudo irá permanecer a ser como é agora?

Será que em algum momento, músicas de punk rock irão parar de fazer sentido pra mim?

Ou será que um dia ei de encontrar o sentido por trás de cada coisa, e músicas serão só músicas, memórias apenas memórias?

Anúncios

5 comentários sobre “Should I Stay Or Should I Go?

  1. Me identifiquei muito com texto. Também estou em um momento na minha vida em que me sinto um pouco perdido, sem saber se vou ou se fico. Apesar desse sentimento, acredito que é importante não deixar as dúvidas nos paralisar: ficar parado em uma encruzilhada sem saber por onde seguir não vai te levar a lugar algum. Mesmo que gere arrependimentos, é importante sempre continuar em frente.

    Como dizia Dori, “Continue a nadar”.

    😀

    Curtido por 1 pessoa

    1. Fato Daniel, não podemos PARAR diante das duvidas. Uma vez alguém sábio me disse ‘ A vida não para para você refletir ‘ É SIM NECESSÁRIO REFLETIR, MAS SEM PARAR, pois é preciso SEGUIR A VIDA ENQUANTO ELA SE DESDOBRA E SE TRANSFORMA. Grande Dori rs! ^^ Obrigada por dividir comigo o fato de estar a viver o mesmo, me sinto menos strange rs! ^^ s2 !

      Curtido por 1 pessoa

  2. EU me identifique bem na hora que li “crise existencial”
    Tenho passado por isso desde o meio de 2016 e tem sido HORRÍVEL. Eu acho que ainda não aprendi a lidar com as minhas crises e elas vêm toda hora e as vezes acompanhadas de crises de ansiedade. É bem ruim. Acho, não sei bem, que em meados de setembro essas constantes crises se transformaram em uma depressão.
    Achei que essas coisas nunca fossem me atingir, e agora que estou entrando na fase adulta têm sido muito difícil encarar e viver de forma natural a nova realidade.

    Curtido por 1 pessoa

  3. Tive que comentar…
    Pois veio tanta coisa na minha cabeça ao ler esse título.
    Lembro que um dos meus primeiros seminários na facul tinha essa canção! E, hoje, me traz a questão das dúvidas cotidianas da vida. Creio que o importante seja prosseguir, fazendo sempre o que nos faz bem. Abraços.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Ual seminário punk rock rs! =P … amor ao Clash á parte! Essa música tbm me leva a pensar sobre as indecisões que permeiam . Simples porém grandiosa essa dica: Fazer o que nos faz bem <<< Ando notando muitos erros em minha vida por tentar me obrigar a fazer o que detesto! Muito obrigada por passar por aqui ❤

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s