Eu , minha memória associativa e a resiliência

Me parece que todos nós, ou pelo menos a maioria de nós possuí pelo menos um trauma.Pode ter sido uma situação na infância, um constrangimento na adolescência, ou mesmo uma dor ou momento negativamente marcante na fase adulta.
Um trauma para mim é como uma cicatriz.
O corte pode ter sido infligido há muito tempo por algo ou alguém, já não doí mais , já não sangra mais, mas corresponde a uma experiencia ruim. É uma marca que te faz lembrar da dor , da época , da situação, da pessoa , e por isso acaba por te remeter ao passado, e nós leva de volta á dor ou ao medo sentido quando aconteceu.
No post MINHAS PIORES DORES , eu compartilhei duas situações não necessariamente traumáticas , mas difíceis , com as quais tive de lidar ,não só no exato momento em que aconteceram , mas principalmente com o passar do tempo.
Liberar o perdão para o outro, e se perdoar é libertador , não apaga o que aconteceu mais cancela a sentença que você mesmo colocou sobre si, seja ela de vitima ou vilão.
Apesar de trabalhar muito o liberar perdão (principalmente a mim mesma), e rapidamente me pré dispor a viver o novo, ”esquecendo” das coisas passadas , eu possuo uma memoria associativa muito intensa.
Se por exemplo vejo alguém que possua alguma característica que me faz lembrar dos meus sobrinhos, tenho automaticamente uma imagem positiva dessa pessoa, e a trato muito bem .
Se por outro lado a face , voz ou jeito de alguém lembra uma pessoa que me magoou , eu sem premeditar ,trato essa pessoa com hostilidade,desconfiança, e em casos mais intensos , chego a ”castigar” / ”agredir” de alguma maneira o ”culpado” por trazer atona a memoria de uma antiga dor .
De uns tempos pra cá , evoluindo , amadurecendo , estudando rs e trabalhando meios de melhorar minha postura a cerca disso , venho me conhecendo melhor , e através disso entendo melhor o outro , seja ele o causador da minha dor , ou a possível ”vitima” da minha memoria associativa.
Um exercício que eu com meu vocabulário próprio rs , chamo de LIMPEZA – limpar a memoria negativa associada a algo ou alguém, dando a ela outro significado.
Por exemplo , voltar no cenário onde aconteceu uma situação ruim , e viver algo bom lá.
A boa noticia é que tem dado muito certo , se tratando de objetos , lugares …
Mas se tratando de pessoas , faces , jeitos , vozes já não consigo fazer o mesmo.
Se por azar da vida você tem a cara do diretor que me perturbava na escola , ou a voz anasalada da menina mais chata que já conheci na minha vida , fica difícil conviver com você. E a chance de sermos amigos(as) é quase zero!
E não , não é você que sai perdendo ! Sou eu rs!
Eu perco a chance de conhecer melhor pessoas fantásticas , e tudo por causa do pré conceito de que por ter algo semelhante a uma ideia negativa sobre alguém , tal pessoa seja como a outra.
MAS NINGUÉM É IGUAL A NINGUÉM!
SIM , EXISTEM PESSOAS BEM PARECIDAS , PERSONALIDADES PARECIDAS, VOZES MUITO PARECIDAS, SITUAÇÕES QUE REMETEM MUITO A OUTRAS.MAS MESMO SENDO MUITO BOM , OU MUITO RUIM , NINGUÉM É IGUAL A NINGUÉM . TODOS SOMOS ÚNICOS , TODO MOMENTO ( BOM OU EXTREMAMENTE RUIM) É ÚNICO!
Quem passou por nossa vida , já passou !
O que vivemos já passou …
A cicatriz esta aqui pra dizer SOBREVIVEMOS !
Este é o significado que ela deve ter , superamos , suportamos , aprendemos…
O significado de algo só será negativo se quisermos que seja !
Escolhi olhar para essas pessoas , como desafios , chances de viver coisas boas com pessoas que me remetiam a coisas ruins.
Pensando bem , ter uma memoria associativa é ótima , pode ser muito bom , se eu for boa!
Eu achava super insólito associar cada coisa,objeto ou mesmo pessoa a algo,mas isso não é uma característica só minha. Memória associativa é algo que todos nós possuímos , leia sobre  aqui .E sobre resiliência  aqui.
;D
Ps : Obrigada pelos e-mails , continuem mantendo ctt , jaquelinek@live.com.pt
Beijo !

Anúncios

8 comentários sobre “Eu , minha memória associativa e a resiliência

  1. É muito interessante mesmo e difícil é ver alguém atingir ou conseguir vir a público e falar sobre, já deu um passo espetacular tenha certeza. Concordo quando diz que todos nós temos e temos mesmo essa associação que a princípio acreditamos ser ela negativa, quando penso eu, ela é protetiva e de fato de difícil controle exatamente por não estar ligada ao nosso “cérebro moderno” e sim ao complexo de “R” ou cérebro reptiliano ou ancestral ou ainda como na nomenclatura atual, hipotálamo. A “máquina humana” é de fato algo muito complexo, apaixonante ao ponto de apenas podermos supor de algo em relação mas afirmar já fugiria de meu pensar, mesmo por que já vi muitas afirmações de grandes nomes científicos caírem por terra.
    Façamos assim, penso: Nascemos com um grande Álbum para ir colando as figurinhas sejam elas boas ou ruins, com o tempo vamos substituindo as ruins e deixando apenas as boas. A grande surpresa da vida é que quando conseguimos preencher o álbum com todas as figurinhas boas, também é chegada a hora de nossa saída do jogo. Quem sabe se para receber novos desafios na nova jornada… Fique com Deus, sempre. Adorei o que li aqui hoje. 😀

    Curtido por 1 pessoa

  2. Pegando um trechinho seu “TODOS SOMOS ÚNICOS , TODO MOMENTO ( BOM OU EXTREMAMENTE RUIM) É ÚNICO!” Concordo plenamente, porém existem pessoas que passam pela mesma situação repetidas vezes e acreditam, piamente, ser sempre do outro a culpa, quando na verdade é um comportamento vicioso da própria pessoa. O que quero dizer é que, algumas pessoas preferem guardar as “figurinhas ruins”, como disse o KAMBAMI, e nem se dão conta disso. Sim, o ideal é transformar essas memórias de modo que não te façam mais mal. Quando se trata de pessoas, acredito em tentar lembrar das partes boas e eliminar as ruins ou dar uma roupagem nova, talvez engraçada, se possível for. Você tem consciência do que faz e o porquê, isso já é mais do que a maioria pode dizer.Fica mais “fácil” localizar e cuidar do que te incomoda. Chegando lá.rs Parabéns por todas as vezes que consegue faze-lo e Parabéns pelo post! E sim ,ser boa faz toda diferença. Bjss

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s