Perdão é a cura Leonard !

Depois de ter entrado em parafuso com Pat na leitura de ‘ O Lado Bom da Vida e me apaixonado por ele rs   e visto a adaptação para o cinema do mesmo que ficou muito boa  , então cheguei a conclusão Matthew Quick é legal. E quando eu considero um autor realmente cool, presumo que suas demais obras também sejam legais .

E há tempos queria ler Perdão, Leonard Peacock , e então finalmente li – Eis minha resenha do jovem perturbado :PerdaoLeonard_blog

O livro se inicia com uma citação de Hamlet, Shakespeare :

Eu te peço, tira teus dedos da minha garganta;
Pois embora eu não seja raivoso ou violento,
Tenho em mim alguma coisa perigosa,
Que tua sabedoria fará bem em respeitar.
Tire as tuas mãos!

O que expressa muita coisa a respeito de Leonard.

( inclusive é o livro favorito do personagem) <<

perd

É manhã de  quinta-feira , Leonard está completando 18 anos ( mas sua mãe e nem ninguém se lembra do seu aniversário) sentado á mesa diante de uma tigela de cereais e uma pistola nazista P-38 da Segunda Guerra Mundial, ele pensa em como será quando verem a foto dessa cena, quando a encontrem em seu iphone depois que ele já tiver cometido suicídio   . Essa parte é  legal embora bem doida  , existe critica a arte moderna , e um comentário interessante sobre isto :

Você sempre pensa ” ARTE MODERNA , qual é eu mesmo poderia ter feito isso ! ” >> mas não fez !
*trecho escrito do meu modo .

Outro comentário ainda sobre ARTE , e esse vou postar como está no livro : ...as pessoas querem que os artistas sejam completamente diferentes delas. Se você é tedioso, legal e normal — como eu costumava ser —, certamente
não vai se sair bem nas aulas de arte do colégio e será um artista medíocre na vida.

A foto da tigela e da P-38 no  iphone rende os comentários sobre arte citados acima.Leonard  pretende atirar em seu ex-melhor amigo com  a pistola .  Porque quer mata-lo ? Bem eu não posso dizer , isso é o ”mistério” a se desvendar enquanto acompanhamos Leonard pelas linhas e linhas de autocomiseração.

O livro é  escrito em primeira pessoa  (  com exceção das cartas que o próprio Leonard escreveu como se fosse outras pessoas incluídas em sua vida no futuro – AS CHAMADAS CARTAS DO FUTURO sugeridas pelo seu professor Silverman ) . Leonard é um garoto absolutamente infeliz , e boa parte de sua infelicidade tem haver  com o abandono da mãe , uma estilista com um namorado francês,  que o deixou morando sozinho . Ele chama sua mãe pelo nome ‘ Linda ‘ justamente porque sabe que isso a incomoda ( e porque realmente não a tem como sua mãe , devido o fato dela nunca agir como se fosse).O pai ,tinha  problemas  com álcool e drogas  , o que deixa claro que a infância do garoto foi complicada.

Mas a ideia de suicídio surge depois do que aconteceu entre ele o ex-melhor amigo  Asher Beal .Leonard o considerava como um irmão , amigos desde a infância, o elo entre os dois era bem importante para ele, e se rompe drasticamente quando o comportamento de Asher Beal se transforma. 

Depois de tomar seu café da manhã  com direito a foto da P-38 ,  Leonard corta seu cabelo ( que é louro e liso até a altura dos ombros) ,o   embrulha, e o coloca na geladeira ( ele quer que a mãe encontre o cabelo após ele ter cometido suicídio e se sinta culpada  sim , ele  está pirando!) .

 Leonard também embrulha  presentes em papel cor de rosa ( que ele diz ser o único que possuí ,mas que também não se importa que desconfiem de sua sexualidade por isso ) , aliás ele já não se importa com mais nada , coloca além dos presentes uma caixa de charutos também embrulhada igualmente em papel cor de rosa( que dentro carrega sua pistola- um presente para si mesmo, a arma herdada de seu avo que será usada para o que pretende fazer)  em sua  em  mochila .

Leonard já está atrasado para escola , mas antes passa na casa do seu vizinho , Walt , um senhor  fumante que ele considera ser a pessoa que melhor o conhece no mundo.

Walt e Leonard não são amigos de verdade , nunca conversam sobre nada além dos filmes antigos que assistem juntos  , mas ambos são solitários e fazem companhia um para o outro . Walt é viúvo , Leonard está só a maior parte do tempo  , sem mãe , e depois do que houve entre ele e Asher Beal ele não  tem ninguém . Mas de toda forma ele considera Walt seu amigo assim como considera :

Baback um garoto iraniano de seu colégio , para quem Leonard paga 5 dólares para o ouvir tocar violino  . A música de Baback meio que faz Leonard se aliviar do fardo da própria vida.

Herr Silverman seu professor que o motiva a escrever As cartas do futuro, um homem que admira e considera ( talvez a imagem paternal que ele precisasse) .

Lauren a garota cristã que faz evangelismo no metro , por quem Leonard (absolutamente ateu) se apaixona e que  acha extremamente parecida com Lauren Bacall.

Walt , BabackHerr Silverman e Lauren , são eles os ”amigos” para quem Leo irá levar os presentes , como despedida antes de se matar .

114774101_1GG

Leonard é bastante observador , e tem pensamentos bastante intensos sobre realidades que ele mesmo cria .
 

Por dezenas de dias, Leonard segui adultos no metro , afim de saber se eles são felizes , para se convencer que vale apena continuar vivo , e viver o futuro.

Trechos :

Admiro Bogart porque ele faz o que é certo, não importam as consequências, mesmo quando elas serão negativas para ele, ao contrário de quase todo mundo em minha vida.

Assim como eu, você vai decidir que a vida em uma terra seca e apinhada de gente — onde você tem de se acotovelar com todo mundo para abrir caminho e apenas respirar uma lufada de ar fresco — não foi feita para você.

Você ainda fica melancólico algumas vezes, especialmente quando pensa no passado, mas geralmente você é feliz.

Seu passado — aquilo que você está experimentando atualmente — seria difícil para qualquer um suportar. Você teve de ser muito forte para conseguir chegar tão longe. Admiro sua coragem, e espero que você possa aguentar mais um pouco. Vinte anos parecem muito tempo, aposto, mas vão passar mais rápido do que você pode imaginar.
Eu sei que você realmente quer matar aquele certo alguém. Que você se sente abandonado por seus pais. Desprezado na escola.
Sozinho.
Sem amigos.
Preso.
Com medo.
Eu sei que você só quer que tudo acabe, que não consegue ver nada de bom em seu futuro, que o mundo parece escuro e terrível, e talvez você tenha razão, o mundo pode ser, definitivamente, um lugar apavorante.
Eu sei que você mal está suportando.
Mas, por favor, aguente mais um pouco.
Por nós.
Por si mesmo.
O que seria tão importante a ponto de ele não poder perder cinco minutos comigo olhando para o céu?

Eu não acho que seu suspiro seja dirigido a mim, mas sim à sua vida —
pelo fato de ele estar tão estressado e ocupado.como se todos os adultos que eu conhecesse odiassem completamente seus empregos e suas vidas. Eu acho que não conheço ninguém com mais de dezoito anos que não prefira estar morto, além de Walt e Herr Silverman, e saber disso faz com que eu me sinta confiante quanto ao que vou fazer mais tarde.

Por que não usam sua liberdade para buscar a felicidade?

Eles nunca precisaram tomar grandes decisões. Suas vidas são fáceis e sem graça. Eles não estão acordados.

Vocês todos estão usando mais ou menos o mesmo tipo de roupa. Olhem ao redor e verão que é verdade.

Não faça isso. Não vá para esse trabalho que você odeia. Faça
algo de que goste hoje. Ande de montanha-russa. Nade pelado no mar. Vá para o aeroporto e pegue o próximo voo para qualquer lugar apenas por diversão. Gire um globo terrestre, pare-o com o dedo e, em seguida, planeje uma viagem para aquele lugar. Mesmo que seja no meio do oceano, você poderá ir de barco. Coma alguma comida exótica da qual nunca ouviu falar. Pare um estranho e peça a ele para lhe explicar em detalhes seus maiores medos, suas
esperanças e aspirações secretas, e em seguida diga-lhe que você se importa. Porque ele é um ser humano. Sente-se na calçada e faça desenhos com giz colorido. Feche os olhos e tente ver o mundo com seu nariz — permita que o olfato seja a sua visão. Ponha o sono em dia. Ligue para um velho amigo que você não vê há anos. Arregace as pernas da calça e entre no mar.
Assista a um filme estrangeiro. Alimente esquilos. Faça alguma coisa! Qualquer coisa! Porque você inicia uma revolução, uma decisão de cada vez, toda vez que respira. Só não volte para aquele lugar miserável para onde vai todos os dias. Mostre-me que é possível ser adulto e também ser feliz.
— Você me parece muito infeliz. E a maioria das pessoas que eu sigo é assim. Parece que não gostam de seus empregos, mas que também não gostam de voltar para casa. É como se odiassem todos os aspectos de suas vidas.
Minha teoria é a de que perdemos a capacidade de ser feliz à medida que envelhecemos.
…E foi quando eu percebi que, na maioria das vezes, a verdade não importa, e quando as pessoas fazem uma ideia terrível de você, é assim que você será visto, não importa o que faça.

Quem diabos gostaria de ser advogado? Ser forçado a argumentar por dinheiro, apoiando causas em que você nem acredita.

Então eu entendi por que ele não precisava de amigos nem de ser aceito na merda do nosso colégio racista, porque ele tinha sua música, o que era muito melhor do que qualquer coisa que tivéssemos a oferecer.
Herr Silverman está sempre fazendo experiências com seus pelos faciais. Na semana passada estava deixando crescer uma
barba descuidada, à moda de Abraham Lincoln. Os alunos fazem comentários sobre os vários estilos de seus pelos faciais, mas
ele nunca se aborrece. Reage às provocações com um sorriso que é quase uma piscadela. É como se ele fosse imune aos comentários das outras pessoas, o que eu acho admirável.

 Esse é, basicamente, o mantra dos ensinamentos de Herr Silverman: pense por si mesmo e faça o que é certo para você, maspermita que os outros façam o mesmo.

Houve dias em que Herr Silverman foi a única pessoa a me olhar nos olhos.A única pessoa durante todo o dia.
É uma coisa simples, mas coisas simples importam.

Eu acho que o mundo seria um lugar melhor se dessem medalhas para grandes professores, em vez de darem apenas para os soldados que matam os inimigos nas guerras.

Os jovens são como passageiros cegos: simplesmente não veem o que vem pela estrada.

Você já pensou em todas as noites que viveu e das quais não consegue se lembrar de nada?
Noites tão comuns que seu cérebro simplesmente não se dá o trabalho registrar. Centenas, talvez milhares de noites passam sem serem registradas pela nossa memória. Isso não deixa
você maluco? Imaginam que sua mente pode ter registrado só as noites erradas?
E eu sou do tipo que gosta de pessoas únicas, e é assim que as coisas são, só isso. Então, estamos rompendo definitivamente.

Deus ouve todas as nossas orações. A oração é muito poderosa.

Você já fez coisas que não quis fazer apenas para manter um amigo?

Você não pode esperar que crianças salvem a si mesmas, não é mesmo?

…Você não é todo tristeza e desgraça, Leonard. Já vi a luz em seus olhos muitas vezes.

PRIMEIRO ELES SO IGNORAM, DEPOIS RIEM DE VOCÊ ,
EM SEGUIDA LUTAM COM VOCÊ , E ENTÃO VOCÊ GANHA.

Gandhi era diferente. Todas as grandes pessoas também. E pessoas únicas, como eu e você, precisam procurar outras pessoas únicas que as entendam, para que não fiquem muito solitárias e acabem onde você acabou esta noite.

Anúncios

11 comentários sobre “Perdão é a cura Leonard !

    1. Olá Sílvia , na verdade gostei muito do O LADO BOM DA VIDA ( tanto livro como filme) , mas confesSo que houveram partes chatas de ler ( meio que parece enrrolaçÃO RSRS! ) Mas já em LEONARD PEACOCK ele tratou de bastantes assuntos diferentes : o desleixo da mãe com o filho , o que ele passa com o meu amigo ( que é um lance bem complicado mesmo!) , fala muito sobre ateísmo, porque ele gosta de uma cristã que julga fanática. Fala muito sobre as causas do suicídio e principalmente da depressão .
      Eu gostei , e acho que apesar do jeito ”descontraído” do Quick de escrever sobre algo serio , transporta que ta lendo pra uma comedia imersa na dor ( igual ao Lado Bom Da Vida) .

      Leia sim , e me conte o que achou.

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s